Mudança profissional: 40 carreiras digitais que estão à sua disposição para começar agora!
39 minutos de leitura

Compartilhe com seus amigos!

O tempo de fazer uma faculdade e passar a vida inteira trabalhando na mesma área acabou. Com a velocidade da informação e a mudança constante em nosso ambiente de trabalho, obter novas carreiras durante a vida se tornará normal.

 

Em uma entrevista, EdSurge, executivo do Linkedin, afirmou que as pessoas irão ter 15 empregos diferentes durante sua vida.

 

E obviamente não iremos fazer 15 faculdades durante a vida. Isso traz para a educação uma necessidade de se reinventar, ser muito mais rápida e eficiente para conseguir gerar profissionais qualificados.

 

Não podemos confundir “não fazer faculdade” com “não se capacitar

 

A capacitação é ainda mais fundamental, no entanto, ela pode ser adquirida de outras formas.

 

Várias empresas já contratam para a área de tecnologia identificando suas habilidades e não se importando apenas se você possui diploma.Uma reportagem que aborda esse ponto é da Época Negócios com o título Empresas brasileiras dispensam o diploma na hora de contratar, onde ela relata que empresas como Nubank, Movile, Loggi e Creditas estão entre as empresas brasileiras que não obrigam candidatos a apresentar formação universitária.

 

Portanto, ter uma carreira na área da transformação digital é possível sim. Independente se você mora em uma cidade grande ou pequena, tenha certeza que existe uma oportunidade boa relacionada ao seu perfil te esperando.

 

Para ajudar, geramos esse guia completo que vai te ajudar de forma fácil e eficiente a traçar sua próxima profissão.

 

 

Razões para iniciar sua mudança profissional

O primeiro ponto é termos certeza de que você quer mudar de profissão. Para ajudar na reflexão, trouxemos os pontos que mais motivam as pessoas a mudarem de carreira.

 

 

Salários maiores

A mudança da forma como consumimos nos leva a criar serviços mais adequados a demanda. Por isso que com a entrada da internet e da tecnologia, vários trabalhos que eram operacionais começam a desaparecer e por outro lado, surgem novas carreiras nessas áreas. Ao mesmo tempo que tem uma grande demanda, essas carreiras demoram até formar profissionais qualificados, principalmente quando olhamos para o ensino tradicional. Isso faz com que elas tenham poucos profissionais. Essa é a fórmula perfeita para um cenário de salários bem atrativos acima da média do mercado.

 

Autonomia de tempo trabalho

 

Maior autonomia sobre seu horário

Você lembra ou ainda trabalha com cartão ponto? Em uma indústria onde o trabalho era necessariamente presencial, era comum registrar as horas no cartão ponto. Com a tecnologia, surgiu a possibilidade de realizar grande parte de suas tarefas de forma digital. E acontece que tem pessoas que dão grande importância a flexibilidade de horário e autonomia. Assim, elas acabam migrando para atuarem como freelancers, prestando serviço para seus clientes, muitas vezes estando em coworkings ou na própria casa.

 

Trabalhar de casa

 

Trabalhar de casa

Apesar de ser um caso parecido com o que comentamos acima, o que mais influencia nesse caso não é a autonomia do horário e sim o fato de poder estar em uma cidade prestando serviço para alguém que esteja em outro lugar totalmente diferente. Conheço pessoas que gostam de surfar e moram na praia, porém trabalham para empresas de tecnologia em outras cidades ou até em outros países.

 

Profissões menos estressantes

 

Escolher uma profissão menos estressante

Em um mundo de escassez, ter recursos e poder era fundamental para sobreviver. Na medida em que melhoramos nossa qualidade de vida, itens fundamentais como saúde e comida ficam mais baratos. E precisamos mais do que isso? Outra comparação realizada é entre as pessoas da classe média atual com os reis mais ricos do século XVIII por exemplo. Quem tem mais conforto?

 

Em um cenário como esse, podemos colocar outros pontos como prioritários acima da remuneração financeira. Uma delas é nossa qualidade de vida. Até porque mudar de profissão está cada vez mais fácil de se realizar. E o contraditório disso tudo, é que apesar do motivo ser buscar qualidade de vida, essas pessoas acabam se beneficiando da oferta de profissões e obtendo salários muitas vezes maiores do que ganhavam em outras profissões.

 

Trabalho mais adequado ao seu perfil

 

Trabalhos mais adequados ao seu perfil

Escolher uma profissão para a vida aos 17 anos, nem sempre traz uma boa escolha. Pelo contrário. Soma se isso ao fato de que existem poucas opções de faculdade, principalmente em cidades menores e que o processo seletivo acaba sendo uma barreira que se por um lado qualifica por outro nem sempre é justa. Segundo uma pesquisa do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada), quase metade (44,2%) dos jovens com diploma está fora da área de formação.

 

A educação vem buscando trazer formas novas de qualificações para atender essa demanda de pessoas que não se encaixam no seu trabalho atual. Profissionais como designers de carreira e psicólogos também podem ajudar nesse momento, para que a pessoa possa se conhecer melhor e assim escolher a profissão que faça mais sentido.

 

Reorganização da empresa

 

Reorganização da empresa

Muitas vezes você já sente que está insatisfeito por algum outro motivo. Porém as responsabilidades do dia a dia e a rotina acabam te segurando por um bom tempo, mesmo estando infeliz. O empurrão que faltava nesse caso, pode ser uma mudança drástica na sua carreira por um fator externo, como mudança da estrutura da empresa, demissão ou recolocação.

 

Nessa hora, você procura tirar aquele plano do papel e aproveitar o momento para realizar a mudança.

 

Alinhamento aos seus valores

 

Melhor alinhamento aos seus valores

Uma maior integração entre as pessoas do mundo todo através de redes sociais e outras mídias traz para o nosso dia a dia responsabilidades que antes não tínhamos por simplesmente não conhecer o que estava acontecendo. Como diz o ditado, o que os olhos não veem o coração não sente. O problema é que hoje vemos tudo! E isso nos move, principalmente quando vemos nossos valores atacados. Isso é relativo de cada pessoa, mas quando vemos sofrimento por pobreza, falta de comida ou corrupção, vemos nossos valores de solidariedade ou honestidade atacados. Mesmo isso acontecendo em outra cidade ou país.

 

Para defender esses valores, buscamos profissões que nos ajudem a defendê-los. Por isso, mesmo tendo uma profissão que te satisfaça, um chamado para uma guerra como essa pode ser mais forte.

 

Conhecendo o seu perfil

Um dos principais responsáveis por não estarmos felizes em uma carreira muitas vezes é a falta de auto conhecimento. Pode parecer que nos conhecemos, mas a verdade é que temos grande dificuldade e cometemos grandes erros por não ter clareza sobre o que é bom para mim e o que não é. Isso está muito ligado a sua essência e seus valores que quando se sentem ignorados ou atacados, se manifestam de forma inconsciente sem você conseguir identificar o motivo de estar agindo daquela forma. 

 

No processo de mudança profissional, existem várias ferramentas, mas uma que usaremos aqui é o MBTI. O MBTI ou ainda classificação tipológica de Myers-Briggs (do inglês Myers-Briggs Type Indicator – MBTI) é um instrumento utilizado para identificar características e preferências pessoais. Katharine Cook Briggs e sua filha Isabel Briggs Myers desenvolveram o indicador durante a Segunda Guerra Mundial, baseadas nas teorias de Carl Gustav Jung sobre os Tipos Psicológicos.

 

Todos podem seguir qualquer carreira. O que o MBTI aponta é que devido a nossa natureza, seremos mais eficientes e felizes em determinadas posições do que outras.

 

O MBTI coloca 16 tipos diferentes de personalidades com base em 4 dimensões:

 

Extroversão (E) / Introversão (I)

Sensação (S) / Intuição (N)

Pensamento (T) / Sentimento (F)

Julgamento (J) / Percepção (P).

 

A combinação desse resultado vai gerar o seu perfil. Seguem os perfis abaixo. Cada perfil possui determinadas características e funções preferenciais que são aperfeiçoadas durante a vida.

 

ISTJ: o “logístico”

ISFJ: o “defensor”

INFJ: o “advogado”

INTJ: o “arquiteto”

ISTP: o “virtuoso”

ISFP: o “aventureiro”

INFP: o “mediador”

INTP: o “lógico”

ESTP: o “empresário”

ESFP: o “animador”

ENFP: o “ativista”

ENTP: o “inovador”

ESTJ: o “executivo”

ESFJ: o “cônsul”

ENFJ: o “protagonista”

ENTJ: o “comandante”

 

Com base no seu tipo, podemos avaliar que determinadas carreiras irão necessitar mais de habilidades específicas e irão ignorar outras. No seu caso, qual é o seu perfil e quais carreiras digitais se encaixam melhor com você?

 

Conheça o seu perfil através de um chatbot

Para ajudar nessa definição, geramos esse assistente virtual. Caso você não conheça ainda o seu perfil, faremos um teste rápido durante a própria conversa. Lembrando que para ter certeza sobre seu perfil, existem disponíveis testes mais longos e complexos com uma melhor precisão. Clique no botão “começar” abaixo e veja qual o seu perfil MTBI:

 

 

Como começar a direcionar sua nova vida profissional

Você pode, a partir das carreiras que te fizeram sentido, iniciar estudos, cursos e conversas com profissionais da área. Caso ainda não esteja maduro sua decisão, uma ótima técnica que vai te ajudar é o Design de Carreira. Para isso, conversamos exclusivamente para esse artigo com Thiago HC, idealizador da metodologia design de carreira, que vai nos apontar os 3 passos simples para que você possa realizar essa migração com sucesso.

 

O primeiro passo é o autoconhecimento. Entender seu passado para traçar um futuro melhor. Uma forma simples de fazer isso é através da linha do tempo. Trace uma linha horizontal em um papel e marque os anos. Coloque sua primeira experiência, não precisa ser remunerada e ao longo dos anos vai preenchendo com todas as experiências profissionais. O detalhe é colocar pontos para cima onde você se sentiu realizado e para baixo aqueles pontos onde você não estava feliz. Quanto mais pra baixo menos feliz, mais pra cima, mais feliz.

 

Fundamentos mudança de carreira

 

A partir disso, pergunte porque você estava feliz ou infeliz. Ex.: Nesse emprego eu estava infeliz devido a burocracia. Anote isso para todos os pontos.

 

Porque isso é tão importante? Thiago conta que um cliente teve uma péssima experiência com trabalho em equipe. Sempre que ele atuava com equipe não se saia bem. Para essa pessoa, um trabalho mais individual como freelancer pode fazer sentido. Por outro lado, tem pessoas que precisam de outras pessoas para se aprofundar, para elas, atuar em um coworking ou em equipe faz todo sentido.

 

O segundo passo é a fase de experimentação. Uma ferramenta para isso é o canvas de networking. Faça assim, divida em 3 colunas. Na primeira coluna, coloque pessoas que atuaram com você profissionalmente e que podem te recomendar. Na segunda, liste  pessoas que te inspiram. Não necessariamente com quem você trabalhou, mas precisa estar na sua rede. Por último, liste as pessoas que você considera que não te recomendariam.

 

CANVA experimentação

 

Feito essa etapa, você coloca o motivo porque não te recomendariam. Exemplo: não me recomendariam porque sou mais calado. Essa é uma característica. Nas pessoas que te inspiram, também coloque ao lado porque ela te inspira. Nesta coluna vão aparecer as coisas que você espera encontrar no trabalho. Na primeira coluna, irão aparecer seus pontos fortes. Assim, você pega as carreiras que você imagina começar e marca uma conversa com pessoas no Linkedin por exemplo que atue nessa carreira. Essa parece ser  uma tática que não vai funcionar, mas quando você puxa uma conversa no Linkedin, mesmo com estranhos, e coloca que quer aprender sobre a carreira deles, eles geralmente se abrem. A partir disso, você expõe com ela seus pontos fortes para validar se o ambiente é receptivo e se as suas características (pontos apontados como negativo) podem atrapalhar. Isso ajuda a guiar a conversa e ter um feedback rico.

 

O terceiro passo é a definição. Uma ferramenta interessante é colocar você em uma capa de revista e pensar como seria o título e as 3 perguntas que o entrevistador faria. Por exemplo, no caso do Thiago ele definiria o título assim: “Como designer de carreira pode transformar a vida de milhões de brasileiros”, as 3 perguntas seriam “o que é o método?”, “como pode ser aplicado?” e “quais são os próximos passos?”. Pense também em qual revista você apareceria. No caso do Thiago, seria na Exame ou no Você S.A..

 

Revista procuram talentos

 

Essa provocação é interessante pois caso você não saiba a resposta de qual é a revista por exemplo, é um sinal de que você precisa pesquisar melhor sobre a carreira. Se você não está consciente de quais perguntas seriam feitas, é um sinal de que você precisa entender mais dessa carreira, talvez ainda não esteja maduro.

Esses são os 3 passos já validados que tem ajudado muitas pessoas a ter uma transição assertiva. Esperamos que ele funcione para você também.

40 novas carreiras para você começar a migrar hoje

1.Marketing Digital

A responsabilidade desse profissional é de executar campanhas para geração de leads e clientes através da internet. Ele acaba precisando ter uma visão ampla na medida em que o marketing digital possui diversas possibilidades de estratégias como SEO, Google Ads, Mídias Sociais, Marketing de conteúdo, e-mail marketing entre muitos outros. Por isso ele precisa ser criativo e ao mesmo tempo procurar o resultado analisando os dados gerados pelo marketing digital. Por ser um profissional generalista em uma área com muitas mudanças, precisa gostar de aprender coisas novas.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 5.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, Empresas grandes, médias e pequenas, Startups médias e grandes.

 

Vagas: Veja aqui vagas de Marketing Digital
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Conhecimentos básicos sobre funcionamento de marketing digital;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://www.mirago.com.br/online/curso-seo-gratuito-online/
https://www.udemy.com/course/curso-de-seo-completo-do-basico-ao-avancado/

 

2.Analista de SEO

O papel desse profissional é de usar técnicas para buscar ranquear os sites nas primeiras posições do Google. Como os mecanismos de busca são utilizados por grande parte da população para procurar produtos ou serviços, estar entre os 3 primeiros para uma empresa para uma palavra chave pode fazer toda a diferença nas suas vendas. Seu trabalho é estritamente técnico,baseado em dados e em experimentações na medida em que não é uma ciência exata. Como as técnicas são bem variadas em termos de possibilidades, ele precisa ter abertura para aprender coisas bem diferentes entre si como html (estritamente técnico) ou relacionamento em busca de link.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 5.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, E-commerces médios e grandes e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista de SEO
Pré-requisitos:Conhecimentos sobre marketing digital;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://www.mirago.com.br/online/curso-marketing-digital-gratis-iniciantes/
https://www.udemy.com/course/marketing-digital-completo/

 

3.Mídias Sociais

O objetivo desse profissional é de gerar engajamento e resultado para as empresas através dos usuários de redes sociais. Saber se comunicar com seu público através de imagens e texto é fundamental. Entender as pautas que farão sentido e como se relacionar em cada rede (facebook, instagram, linkedin entre outras) fará toda a diferença. Na medida em que as pessoas estão grande parte do seu tempo nas mídias sociais, essa profissão tem ganhado ainda mais força, independente do tamanho da empresa

 

O salário médio está entre R$ 1.500 a R$ 4.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, empresas grandes, médias e pequenas, Startups médias e grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Mídias Sociais
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Conhecimentos básicos sobre funcionamento de marketing digital;
Tempo de formação estimado: 3 a 6 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-midias-sociais-na-pratica-curitiba/
https://www.mirago.com.br/online/curso-midias-sociais/
https://www.udemy.com/course/marketing-redes-sociais/

 

4.Analista de inbound marketing

Esse profissional tem o papel de buscar leads na internet através de diversos canais como mídias sociais e seo principalmente, usando conteúdo atrativo e conduzí-lo através de automações de comunicação, geralmente por e-mail marketing até a etapa final da compra. Ele precisa ter conhecimento da jornada de compra do usuário e de como impactá-lo em cada momento. Por usar várias estratégias do marketing digital, esse profissional precisa ter uma visão ampla da área técnica do marketing digital. Porém seu foco acaba sendo muito voltado a resultado.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 5.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing e Startups médias e grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista de Inbound Marketing
Pré-requisitos: Conhecimentos sobre marketing digital;
Conhecimentos sobre marketing de conteúdo;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://university.rockcontent.com/cursos/inbound-marketing
https://www.udemy.com/course/curso-de-inbound-marketing-por-angelo-publio/

 

5.Growth Hacker

Esse profissional tem um perfil avançado de marketing digital, usando ténicas de crescimento rápido com pouco invsetimento para ter resultado. Ele busca sair do uso tradicional dos canais e acaba exercendo muita criatividade para gerar resultado. Ele deve ser curioso e estar antenado a inovações técnicas para saber como explorá-las.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 6.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing e Startups médias e grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Growth Hacking
Pré-requisitos: Conhecimentos avançados de marketing digital
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://www.alura.com.br/curso-online-introducao-growth-hacking
https://www.udemy.com/course/growth-hacking/

 

6.Analista de conteúdo

A função desse profissional é de gerar conteúdo de qualidade para a empresa para ser utilizado em canais como blog, mídias sociais, e-mail marketing entre outros. Esse profissional precisa exercer boa comunicação escrita, gostar de pesquisar sobre assuntos diversos e saber conduzir os leitores de forma dinâmica e profunda.

 

O salário médio está entre R$ 1.500 a R$ 4.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, empresas grandes e médias e Startups grande e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista de Conteúdo
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Conhecimentos básicos sobre funcionamento de marketing digital;
Tempo de formação estimado: 4 meses a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://www.udemy.com/pt/topic/content-creation/
https://university.rockcontent.com/cursos/marketing-de-conteudo

 

7.Front end

O papel desse profissional é de criar a interface visual dos sites através de html e css. Ele geralmente trabalha usando uma referência criada por um designer para gerar o código html visual obedecendo os detalhes passados e prevendo seu funcionamento em várias possibilidades de tamanho de tela e de dispositivos. Assim ele precisa possuir uma visão estética, técnica e ao mesmo tempo de usabilidade.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 5.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, desenvolvedoras de software, empresas grandes e médias e Startups grande, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Front End
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Tempo de formação estimado: 4 meses a 8 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/topic/front-end-web-development/?sort=price-low-to-high&persist_locale&locale=pt_BR
https://www.alura.com.br/cursos-online-front-end
https://www.nextu.com.br/desenvolvimento-web/curso-de-formacao-front-end/

 

8.Designer web

Esse profissional tem uma excelente noção estética e se comunica muito bem através de imagens. Usa ferramentas para gerar o layout de sites e sistemas web. Tem ao mesmo tempo o papel de pensar na usabilidade por trás, trazendo conceitos de contrastes, espaçamentos, formas e cores para guiar o usuário. Ao final, ele entrega o layout para um desenvolvedor ou um front end gerar codificar.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 5.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, desenvolvedoras de software, empresas grandes e médias e Startups grande, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Design Web
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/curso-design-grafico-completo/
https://www.udemy.com/course/photoshop-do-basico-ao-avancado/
https://aldeia.cc/cursos/curso-completo-de-photoshop-cc/

 

9.Designer para redes sociais

Esse profissional possui boa visão estética e se comunica através de imagens. Ele busca gerar imagens que se identifiquem com o público da empresa e ao mesmo tempo chame atenção. Além de ferramentas gráficas, geralmente precisa entender de conceitos de fotografia.

 

O salário médio está entre R$ 1.500 a R$ 3.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, empresas grandes e médias, Startups médias e grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Design para Redes Sociais
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-midias-sociais-na-pratica-curitiba/
https://www.udemy.com/course/curso-design-grafico-completo/
https://aldeia.cc/cursos/curso-completo-de-photoshop-cc/

 

10.Performance

A função desse profissional é de cuidar das campanhas de mídia das empresas, entendo dos conceitos de marketing digital mas ao mesmo tempo com olhar muito estratégico sobre o investimento e o retorno financeiro das campanhas de mídias sociais, google ads entre outras. Seu papel sempre é de gerar lead mais qualificado e barato para a empresa.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 5.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, Empresas grandes, médias e pequenas, Startups médias e grandes.

 

VagasVeja aqui vagas para Performance
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet;
Conhecimentos básicos sobre funcionamento de marketing digital;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://rockcontent.com/blog/google-academy-for-ads/
https://www.udemy.com/course/google-adwords-pro/
https://www.udemy.com/course/como-anunciar-no-facebook/
https://www.facebook.com/business/learn/courses

 

11.Cientista de dados

O papel desse profissional é de analisar fontes de dados internas e externas da empresa e transformá-las em informações relevantes, apresentadas em relatórios dinâmicos em tempo real, ou aplicando algoritmos de inteligência artificial e machine learning para gerar predições e análises. Além de uma visão analítica, esse profissional precisa ter um bom conhecimento do negócio. Com o grande volume de dados das empresas, em todos os departamentos, esse profissional vem se tornando cada vez mais procurado.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Agências de marketing, Empresas grandes e Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas para Cientista de Dados
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/formacao-data-science/
https://www.datascienceacademy.com.br/pages/cursos
https://www.udemy.com/course/curso-data-science-completo/

 

12.Engenheiro de Dados

O papel desse profissional é de transformar dados em um formato útil para análise. Empresas e aplicativos possuem uma infinidade de dados para serem usados, porém eles precisam ser preparados e tratados para poderem ser utilizados por outras áreas menos técnicas. Esse profissional precisa ter ótimo conhecimento de banco de dados, programação e estrutura de servidor.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Engenheiro de Dados
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Conhecimentos em programação;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/formacao-data-science/
https://www.datascienceacademy.com.br/pages/formacao-engenheiro-de-dados
https://pt.coursera.org/specializations/data-warehousing

 

13.Arquiteto de Soluções

Esse profissional deve conhecer sobre infraestrutura de redes, sistemas e segurança. Sejam tradicionais ou em nuvem. Deve conhecer também de negócios e ter viés forte de relacionamento com pessoas uma vez que, na maioria das empresas onde atua, acabará apoiando a área comercial na defesa de soluções tecnológicas junto a potenciais clientes. Tem um perfil generalista.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Arquiteto de Soluções
Pré-requisitos: Gostar de internet e tecnologia; Conhecimento em programação; Conhecimento em micro serviços;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses
Cursoshttps://www.udemy.com/course/arquiteto-de-solucoes-certificado-da-aws-associado/
https://pt.coursera.org/specializations/data-warehousing

 

14.Desenvolvedor Machine Learning

Uma especialização do cientista de dados é se aprofundar em machine learning. Esse profissional se envolve com a construção de modelo e estatística, no entanto é mais voltado para o aspecto preditivo. Normalmente está relacionado aos algoritmos de Árvores de Decisão, Florestas Aleatórias e Regressão Linear e Machine learning.

 

O salário médio está entre R$ 5.000 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolvedor Machine Learning
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/formacao-data-science/
https://www.udemy.com/course/machine-learning-e-data-science-com-python/
https://www.datascienceacademy.com.br/course?courseid=machine-learning-engineer

 

15.Especialista em Business Analytics

O profissional de Business Intelligence deve ser capaz de detectar oportunidades de negócios, bem como associá-las aos eventos através de dados disponíveis internamente e externamente. Ele foca em ferramentas de análise e visualização de dados e possui um ótimo olhar no comportamento dos clientes e da empresa.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias e Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Business Analytics
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Conhecimentos em conceitos de empresas;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/formacao-data-science/
https://www.udemy.com/course/curso-completo-business-intelligence/
https://www.alura.com.br/cursos-online-data-science/business-intelligence

 

16.DesenvolvedorPython

O papel desse profissional é de desenvolver código de programação na linguagem Python. Ela se caracteriza por ser uma linguagem ampla e de fácil estrutura, sendo perfeita para pessoas com perfil ágil e criativo. Por ser ampla, esse profissional poderá se encaminhar para várias áreas como desenvolvimento de aplicativos, sites e de algoritmos para data science.

 

O salário médio está entre R$ 3.500 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de software, Empresas grandes e médias e Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolvedor Python
Pré-requisitos: Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-python-curitiba/
https://www.udemy.com/course/curso-de-python/

 

17.Desenvolvedor C#

Esse profissional irá desenvolver código de programação na linguagem C# da Microsoft. Essa linguagem se popularizou com o Visual Studio, ferramenta de desenvolvimento da Microsoft para criar sites e aplicativos para desktop.

 

O salário médio está entre R$ 3.500 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de software, Empresas grandes e médias e Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolvedor C#
Pré-requisitos: Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/programacao-orientada-a-objetos-csharp/
https://www.alura.com.br/curso-online-csharp-parte-1-primeiros-passos
https://www.learncafe.com/cursos/curso-de-c-para-todos

 

18.Desenvolvedor Java

Esse profissional irá desenvolver código de programação na linguagem java. Ela é uma linguagem que consegue ser aplicada em vários dispositivos e sistemas operacionais diferentes. Tem sua utilização relacionada a softwares grandes como sistemas de ERP e bancos.

 

O salário médio está entre R$ 3.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de software e Empresas grandes e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolvedor Java
Pré-requisitos: Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/java-curso-completo/
https://www.alura.com.br/curso-online-java-primeiros-passos

 

19.Desenvolvedor Mobile

O papel desse profissional é de desenvolver aplicativos para plataformas mobile, principalmente ios e android. Essas plataformas possuem ambientes nativos de desenvolvimento. Além do conhecimento técnico em programação, esse profissional precisará ter noções de usabilidade mobile.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de software e Empresas grandes e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolvedor Mobile
Pré-requisitos: Facilidade com lógica; Conhecimento em programação;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/curso-completo-do-desenvolvedor-android/
https://www.alura.com.br/formacao-ios
https://www.udemy.com/course/curso-completo-do-desenvolvedor-ios-10/
https://www.alura.com.br/curso-online-android-studio

 

20.Desenvolvedor PHP

A função desse profissional é de desenvolver sites que tenham PHP como linguagem de programação backend. O PHP ganhou muito reconhecimento e amplitude para desenvolvimento de sites e aplicações web. Plataformas como wordpress (CMS mais utilizado para desenvolvimento de sites) são feitas em PHP.

 

O salário médio está entre R$ 3.000 a R$ 7.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de software, Empresas grandes e médias e Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolveor PHP
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet; Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/curso-php-7-online/
https://www.alura.com.br/cursos-online-programacao/php

 

21.Analista de risco

O papel desse profissional é de gerenciar e criar análises de riscos de operações usando principalmente dados. Sua aplicação é relacionada a várias áreas com financeira, logística, produção e compliance. Com o aumento do cuidado das empresas com os dados, esse papel passa a ser cada vez mais comum. Ele deve possuir conhecimento em técnicas de análise de dados e data science.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas da área financeira, Empresas grandes e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista de Riscos
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/formacao-data-science/
https://www.datascienceacademy.com.br/pages/cursos
https://www.udemy.com/course/curso-data-science-completo/

 

22.Especialista em robótica

Esse profissional é responsável pela automação de máquinas usando linguagens de programação e conhecimento em mecânica. Essa área cresce na medida em que serviços manuais passam a ser automatizados. Além de conhecimento em programação, facilidade com física é fundamental.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Indústrias, Empresas de desenvolvimento de software e Empresas grandes e Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja vagas de Especialista em Robótica
Pré-requisitos: Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/pt/topic/robotics/

 

23.Engenheiro Cloud

O papel desse profissional é de gerenciar aplicações em servidores em nuvem. Hoje, grande parte das empresas já disponibilizam seus dados e aplicativos em nuvem, em servidores como AWS e Azure. Seu papel é de realizar a configuração e a manutenção dessas aplicações, buscando velocidade, economia financeira e segurança.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de software, Empresas grandes e médias e Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja vagas de Engenheiro Cloud
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet; Conhecimento em estrutura de redes e servidores;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://aws.amazon.com/pt/training/
https://www.udemy.com/course/microsoft-azure-aprenda-do-zero/

 

24.Game designer

Esse profissional é responsável pela idealização de jogos, regras e storytelling. A indústria de games cresceu muito nas últimas décadas, apesar do Brasil ter uma indústria ainda com poucos players quando comparado com outros países.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de games.

 

VagasVeja vagas de Game Designer
Pré-requisitos: Nenhum
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://www.alura.com.br/curso-online-game-design
https://www.udemy.com/pt/topic/game-design/

 

25.Desenvolvedor de jogos

O papel desse profissional é de codificar jogos usando linguagens e frameworks específicos para diferentes plataformas como consoles, desktop, web e mobile. Além de gostar da área de jogos esse profissional necessita de habilidades profundas de programação e de conceitos matemáticos e físicos.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de games.

 

VagasVeja vagas de Desenvolvedor de Jogos
Pré-requisitos: Facilidade com lógica; Conhecimento em programação;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/pt/courses/development/game-development/
https://pt.coursera.org/learn/game-development

 

26.Inside sales

Esse profissional é responsável por realizar as vendas de empresas em trabalho interno usando tecnologia para assessorar seu processo. Além de um perfil em vendas ele precisa seguir e desenvolver processos além de estudar técnicas como Spin Selling, Receita previsível, rapport, análise de perfil entre outras.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes, médias e pequenas, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja vagas de Inside Sales
Pré-requisitos: Conhecimento em vendas;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://university.rockcontent.com/cursos/inside-sales
https://aldeia.cc/cursos/curso-de-inside-sales-em-curitiba/
https://www.mirago.com.br/online/curso-inside-sales/

 

27.Customer success

Esse profissional tem a responsabilidade de cuidar do sucesso do cliente durante toda a jornada pela empresa. Com o crescimento de concorrentes diretos e indiretos através da internet, as empresas se viram obrigadas a colocar o cliente no centro do processo e de colocar seus feedbacks como guias para o desenvolvimento do produto. Apesar de ser um papel da empresa como um todo, esse profissional centraliza e coordena as ações entre as áreas. Esse profissional precisa ter conhecimento profundo do produto e do cliente, conhecer técnicas de UX (user experience) e de reconhecimento de perfis.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 6.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja vagas de Costumer Success
Pré-requisitos: Nenhum
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://university.rockcontent.com/cursos/customer-success/
https://www.udemy.com/pt/topic/customer-success/

 

28.Community manager

Esse profissional tem o papel de gerenciar a comunidade em torno da empresa como clientes, admiradores e simpatizantes. O crescimento do propósito como direcionamento das empresas e a aproximação dela com os seus clientes devido ao aumento de concorrência direta e indireta, faz com que as empresas criem comunidades que além de manter seus clientes, são um ótimo incentivo para o marketing “”boca a boca””.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 6.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVegas de Community Manager
Pré-requisitos: Nenhum
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://university.rockcontent.com/cursos/customer-success/
https://www.udemy.com/pt/topic/customer-success/

 

29.Engenheiro de segurança da informação

O papel desse profissional é de manter a segurança dos dados entre os vários aplicativos e sistemas da empresa. Com o aumento da preocupação referente a segurança dos dados, esse profissional ganha mais importância. Ele deve realizar a arquitetura e a manutenção dos dados internos. Deve possuir excelente conhecimento em T.I., engenharia de dados e direito.

 

O salário médio está entre R$ 4.000 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Engenheiro de Segurança da Informação
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Conhecimentos em programação;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/it-security-specialist/
https://thelegalhub.com.br/curso-de-lgpd-cwb/
https://www.alura.com.br/curso-online-lgpd-visao-impactos

 

30.Designer 3d

A função desse profissional é de gerar simulações visuais em 3d para diversas aplicações como arquitetura, jogos e impressoras 3d. Ele deve ter um excelente conhecimento estético e de usabilidade espacial.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas de desenvolvimento de jogos, empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Designer 3d
Pré-requisitos: Conhecimento em ferramentas de edição gráfica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.alura.com.br/cursos-online-design-ux/3d
https://www.udemy.com/pt/courses/design/3d-and-animation/

 

31.Gestor de inovação

Esse profissional tem o papel de guiar a empresa buscando se inserir na transformação digital através de metodologias inovadores de gestão, profundo conhecimento de tendências tecnológicas e de geração de predição através de dados. Ele deve ser resiliente e ao mesmo tempo criar vínculos com outras áreas e vender a inovação internamente.

 

O salário médio está entre R$ 8.000 a R$ 20.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes

 

VagasVeja aqui vagas de Inovação
Pré-requisitos: Gostar de internet e tecnologia; Conhecimento em programação; Noções de Cloud, robótica e rede;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.alura.com.br/cursos-online-inovacao-gestao
https://www.espm.br/educacao_continuada/cultura-e-processos-de-gestao-da-inovacao/

 

32.Assistente de e-commerce

Esse profissional tem o papel de gerenciar as ações do e-commerce relacionados a atendimento, operacional e marketing. Esse profissional acaba tendo uma visão ampla por lidar com tantas áreas diferentes e costuma ser encontrado em empresas tradicionais que estão tentando migrar sua operação para a internet.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 4.000

 

E geralmente trabalham em Empresas médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Assistente de E-commerce
Pré-requisitos: Usuário ativo de internet; Conhecimentos básicos sobre funcionamento de marketing digital;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-marketing-digital-curitiba-alta-performance/
https://www.mirago.com.br/online/curso-seo-gratuito-online/
https://www.udemy.com/course/curso-de-seo-completo-do-basico-ao-avancado/

 

33.Condutor de drones

Esse profissional é responsável por conduzir drones para aplicações na engenharia, agricultura, logística entre outras que tem avançado para essa tecnologia. Além dos conceitos sobre drones e sobre pilotar e programar esses equipamentos, esse profissional costuma auxiliar no processamento desses dados e no conhecimento de ferramentas que solucionem problemas relacionados a imagens e logística.

 

E geralmente trabalham em Ainda não existem vagas no Brasil.

 

VagasVeja aqui vagas de Condutor de Drones
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/pulverizacao-aerea-com-drone-nivel-1/
https://www.escoladedrones.com.br/?

 

34.Autor de jornadas de realidade aumentada

Esse profissional tem o papel de desenvolver animações 3d para serem executadas em ambientes de realidade aumentada. Além de uma profunda noção estética, esse profissional deve saber manusear softwares e linguagens de programação voltadas para esse segmento.

 

O salário médio está entre R$ 3.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vaga de Autor de Realidade Aumentada
Pré-requisitos: Conhecimento em ferramentas de edição gráfica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/topic/augmented-reality/?sort=price-low-to-high&persist_locale&locale=pt_BR

 

35.Analista de fraudes

O papel desse profissional é de analisar dados buscando padrões de fraude financeiras. Ele usa informações de terceiros e reconhecimento de padrões para reconhecer e automatizar processos de detecção de fraude, além de prever novas possibilidades que possam ser exploradas e tratá-las internamente. Tem grandes habilidades relacionadas a manipulação de dados.

 

O salário médio está entre R$ 3.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista de Fraudes
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Conhecimento da área financeira;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/formacao-data-science/
https://www.datascienceacademy.com.br/pages/cursos
https://www.udemy.com/course/curso-data-science-completo/
https://www.iped.com.br/financas/curso/prevencao-a-fraude

 

36.Analista de alocação

Esse profissional é responsáveis ​​por tomar decisões importantes em relação a estoque ou logística  Os analistas de alocação monitoram os itens para garantir que as quantidades adequadas estejam disponíveis. Além disso, esse profissional usa os dados internos e externos para predizer tendências. Grande habilidade com dados e planilhas é importante para esse profissional.

 

O salário médio está entre R$ 3.000 a R$ 6.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista de Alocação
Pré-requisitos: Facilidade com lógica; Facilidade com planilhas;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://harve.com.br/curso-python-curitiba/
https://www.udemy.com/course/curso-de-python/

 

37.UX Writer

Esse profissional tem o papel de criar fluxos de conversas automatizadas em canais diversos como chatbots. Ele deve ter facilidade de escrita e de empatia, adequando os conteúdos ao perfil dos usuários, buscando deixar a conversa mais humanizada e eficiente.

 

O salário médio está entre R$ 2.000 a R$ 6.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de UX Writer
Pré-requisitos: Facilidade com conteúdo escrito;
Tempo de formação estimado: 4 a 8 meses.
Cursoshttps://www.alura.com.br/curso-online-ux-writing
https://www.espm.br/educacao_continuada/ux-writing-da-experiencia-ao-conteudo/
https://www.udemy.com/pt/topic/chatbots/

 

38.DPO

O papel desse profissional é de ser o guardião dos dados da sua empresa. Ele se torna ainda mais importante no momento da entrada em vigor da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) que faz com que as empresas prestem conta de como estão sendo tratadas as informações de clientes e terceiros. Esse profissional precisa ter um ótimo conhecimento de legislação e de T.I. quanto a gerenciamento de dados.

 

O salário médio está entre R$ 5.000 a R$ 10.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e Startups grandes.

 

VagasVeja aqui vagas de DPO
Pré-requisitos: Conhecimentos de planilhas; Facilidade com lógica;
Conhecimentos em programação;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.udemy.com/course/it-security-specialist/
https://thelegalhub.com.br/curso-de-lgpd-cwb/
https://www.alura.com.br/curso-online-lgpd-visao-impactos

 

39.Desenvolvedor full stack

Esse profissional deve ter conhecimentos de um profissional de front end e ao mesmo tempo de um desenvolvedor backend. Sua demanda cresceu na medida em que empresas buscam profissionais mais versáteis, que conheçam html, css, javascript e linguagens de backend como python, php entre outras. Ele precisa assim ter ao mesmo tempo um perfil técnico e de usabilidade e design web.

 

O salário médio está entre R$ 3.000 a R$ 8.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes, médias e pequenas.

 

VagasVeja aqui vagas de Desenvolvedor Full Stack
Pré-requisitos: Facilidade com lógica;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://www.digitalhouse.com/br/curso/desenvolvimento-web-full-stack
https://www.udemy.com/course/curso-desenvolvedor-web-full-stack-jr-completo/

 

40.Analista QA

Conhecido também como analista de qualidade, esse profissional é responsável por validar processos no desenvolvimento de software. Além de conhecer todo o processo de desenvolvimento, ele precisa entender de tipos diferentes de testes e ferramentas, além de metodologias de automação de testes e validação de processos. Esse profissional precisa ter um perfil detalhista, curioso, pensar como o usuário e saber se comunicar com o time.

 

O salário médio está entre R$ 2.500 a R$ 6.000

 

E geralmente trabalham em Empresas grandes e médias, Startups grandes e médias.

 

VagasVeja aqui vagas de Analista QA
Pré-requisitos: Facilidade com lógica; Conhecimento em programação;
Tempo de formação estimado: 6 a 12 meses.
Cursoshttps://pt.coursera.org/learn/intro-teste-de-software
https://www.udemy.com/course/teste-software-completo-testes-automaticos/

 

Quer saber mais sobre as nossas formações? Entre em contato com a gente:

 

 

Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta