Compartilhe com seus amigos!

11 minutos de leitura

O princípio KISS é uma filosofia que acredita na genialidade da simplicidade e o “keep it simple” também pode significar manter curto e simples, manter simples e direto, bem como manter inteligente e simples. É um conceito que pode se estender por várias estratégias e segmentos, como marketing, publicidade, branding, conteúdo e até programação.

 

O “keep it simple” encontra suas origens em conceitos semelhantes, como a navalha de Occam e nas citações de Leonardo da Vinci e Mies Van Der Rohe  que disseram, respectivamente, que a “simplicidade é a sofisticação final” e que “menos é mais”. Entretanto, KISS é um acrônimo para “Keep it simple, stupid” um princípio de design que surgiu na Marinha dos EUA em 1960 – a frase é do engenheiro Kelly Johnson.

 

O princípio KISS afirma que a maioria dos sistemas funciona melhor se eles forem mantidos simples em vez de complicados. Portanto, a simplicidade deve ser um objetivo fundamental no design e a complexidade desnecessária deve ser evitada.

 

O Princípio KISS (Keep It Simple) é auto descritivo e reconhece duas coisas:

  1. As pessoas – os usuários de produtos e serviços – geralmente querem coisas simples, o que é fácil de aprender e usar;
  2. A empresa que fabrica produtos ou fornece serviços também tem muito que trazer para si o conceito do “keep it simple”, uma vez que tende a diminuir o tempo e reduzir o custo interno.

 

Programação

Na programação, uma solução que segue o princípio do KISS pode parecer chata ou mesmo “estúpida”, mas ela é simples e compreensível. Entretanto, na maior parte dos casos o valor de uma solução não é maior por ser “inteligente”, mas por ser facilmente compreensível.

 

As modernas linguagens de programação, frameworks e APIs possuem poderosos meios para criar soluções sofisticadas para vários tipos de problemas. Às vezes, os desenvolvedores podem se sentir tentados a escrever soluções “inteligentes” que usam todos esses recursos complexos. O princípio KISS afirma que uma solução é melhor quando usa menos artifícios. Isso inclui maior legibilidade, compreensão e variabilidade.

 

Outro argumento que é favorável às soluções mais simples é que, ao contrário de uma solução complexa, elas são mais fáceis de manter. Além disso, ao escrever um código mais simples, por exemplo, o programador estará menos propenso a erros.

 

A vantagem da simplicidade é ainda maior quando a pessoa que mantém o software não é aquela que uma vez o escreveu. Os programas simples são mais fáceis de manter porque o mantenedor necessita de menos tempo para compreendê-los, portanto a probabilidade de ter defeitos a longo prazo é bem menor. Ademais, esse profissional mantenedor não precisa estar totalmente familiarizado com os sofisticados recursos de linguagem de programação, ou seja, menos recursos desperdiçados.

 

Publicidade e Marketing

Vivemos cercados por muitas campanhas de publicidade e estratégias de marketing, e é quase impossível escapar delas, pois nos perseguem a todo tempo por meio visual, sonoro, audiovisual e até mesmo por meio do olfato –  e isso pode nos acolher, irritar, comover e seduzir, o que faz que quando mal percebamos, lá estamos nós novamente envolvidos com outra marca.

 

Muitas vezes, bastam somente alguns segundos ou um olhar para sermos apanhados por uma história fantasticamente simples ou uma sonoridade que nos conquista com toda a sua simplicidade – pois de complicada já basta a própria rotina.

 

Quem trabalha com publicidade, sobretudo quem se dedica à estratégia e à criatividade, sabe o quão importante é esta palavra mágica – a simplicidade. Aliás, é um dos princípios mais básicos de um bom publicitário – conseguir compreender a questão, estudar a fundo os públicos-alvo bem como comportamento dos consumidores dos serviços ou produtos do seu cliente, e ter o poder de delimitar o que realmente importa a fim de chegar a uma síntese, sem se perder na complexidade dos dados que estão ao seu dispor. A simplicidade está diretamente ligada ao conhecimento de causa, mas também à transparência e à clareza.

 

É por isso que o princípio KISS se encaixa tanto nessa área. Para um processo de sucesso na publicidade o ideal é fugir à tentação de dizer tudo. Mas chegar ao simples pode ser muito complexo, isso porque as sínteses são o resultado de um processo de pesquisa, o culminar de discussões e opiniões, de escolhas e de visões. Por isso mesmo, o princípio KISS não é confundível com o “simplicismo”, ou seja, pode até ser bem complicado chegar lá, mas o que importa é resumir o problema ao essencial, retirando o que é só mero acessório.

 

 

Branding

Uma história de sucesso que trouxe a marca para a simplicidade é a da Federal Express, empresa de correios. Com uma estratégia renaming ela passou a se chamar FEDEX. Primeiro ela trocou seu nome em suas vans e aviões, depois mudou o logotipo e com a boa aceitação mudou o nome da empresa. Por ser um diminutivo e por ser curto, FEDEX passou a soar como uma marca mais familiar.

 

Mas quais são as melhores maneiras de converter uma marca para filosofia do KISS? Não existe uma receita certa, mas há métodos que podem funcionar.

 

Primeiramente, busque ser criativo. Depois, tente combinar no menor material ou mensagem possível um conteúdo ou discurso grande, para isso use todos os 5 ou mais sentidos que existem para a personalidade da sua marca ter mais valor e aceitação quando o público-alvo tiver uma experiência com ela. Vá diretamente ao conceito que deseja transmitir com a sua própria marca, tentando ser o mais versátil possível. De novo, poucas palavras, mas o máximo de significado.

 

Fora a questão do design da marca, como é possível incluir o princípio KISS em Branding? Comece reduzindo o número de variantes nas extensões de marca, você certamente deve se livrar das que não estão dando lucratividade ou não estão adicionando muito à imagem da marca. E isso pode não ser pela questão de força dela, mas por uma questão de que a marca pode estar sendo empregada para o produto ou segmento errado. A Xerox, por exemplo, investiu muito dinheiro e recursos para entrar no setor dos computadores, no entanto, o nome da marca Xerox estava tão firmemente enraizado nas mentes dos consumidores como uma marca de fotocopiadora que sua incursão com Xerox Computadores foi até esquecida, se tornando uma complicação a mais quando ela poderia se contentar com a simplicidade de ser a grande Xerox.

 

Ademais, “keep it simple” e procure uma estratégia simples para sua marca, que a diferencie da concorrência. Muitas análises e reflexões excessivas podem fazer com que você gaste dinheiro, tempo e recursos para te levar ao caminho errado.

 

Comunicação e linguagem

Somos bombardeados por informações o tempo todo. Há muita informação! Por isso manter nosso pensamento sem complicações é muito difícil nestes tempos – mas é absolutamente necessário. Mantenha a sua comunicação simples e você provavelmente se comunicará melhor!

 

Todos nós adoramos usar linguagem rebuscada quando estamos escrevendo ou complicamos as palavras enquanto nos apresentamos oralmente em público, o que pode nos tornar ininteligíveis. Em qualquer ocasião, sendo ela uma campanha publicitária ou não, apresente as suas ideias do modo mais simples possível, é sempre muito mais efetivo.

Gestão organizacional

Se você for utilizar o princípio KISS para a gestão da sua organização, a principal dica é: mantenha sua organização com divisões simples.

 

À medida que uma empresa cresce de tamanho, os gerentes têm um desejo inexplicável de adicionar camadas e camadas de departamentos. O único resultado disso é negativo pois torna lenta a tomada de decisões.

 

Cada vez mais as empresas estão percebendo a importância de manter as coisas simples. Isso porque em qualquer área do negócio exagerar as coisas é, na maior parte das vezes, realmente jogar dinheiro e recursos no lixo. Pois fazer as coisas de maneira mais simples provavelmente aumentará o crescimento e a rentabilidade.

 

Design

O mundo digital ajudou muito o princípio do KISS. Os sites tendem a ser cada vez mais simples, o número de páginas está mais reduzido, os textos são reduzidos, os gráficos aumentam, mas os desenhos e imagens, os botões, os vetores, os ícones são simplificados. O design do logo está evoluindo para o design do aplicativo, ou o aplicativo está evoluindo até parecerem logotipos e tudo caminha para a convergência e para a simplicidade. Isso porque essa busca de simplicidade, prazer e comunicação mais íntima e pessoal é uma maneira de acolher e confortar o consumidor com a redução do esforço.

 

Vemos o “keep it simple” nos smartphones desde a sua criação. Steve Jobs queria criar a tecnologia para todos, ou seja, muito fácil de usar. Então ele conseguiu um modelo de usabilidade muito simples. A própria marca Apple é puro KISS: imagem minimalista, anúncios com imagens e fundos brancos e os seus produtos são todos com usabilidade intuitiva, até as suas lojas conceito trazem esse ar de simplicidade pela disposição de seus pontos de venda. Enfim, foi toda essa simplicidade que fez da Apple uma grande empresa com uma marca que é transparente aos olhos do consumidor – e a transparência transmite bondade, o que é muito positivo.

 

Quando a empresa está tentando usar o princípio KISS em nome dos usuários, o tempo de design pode demorar mais e custar mais. No entanto, a longo prazo será benéfico, pois os produtos e serviços são mais fáceis de aprender e tendem a ter uma produção de mais baixo custo.

 

Keep it Simple, But Sensacional.

Na verdade, o princípio KISS pode se aplicar em quase tudo: descobrir o que é essencial pode evitar angústias, reduzir tentativas, evitar decepções e nos levar com mais tranquilidade ao que procuramos.

 

Na sua empresa, na empresa em que você trabalha ou na vida, a ideia é simples: não complicar. Não nos enchermos de coisas e de assuntos sem interesse para darmos mais valor ao que nos é essencial: os profissionais que nos completam, os mentores que nos guiam, a música que nos enche, os livros que ainda não lemos, as viagens que ainda não fizemos, enfim, saber o que faz parte da nossa essência. Isso tudo faz parte da sua conversão ao princípio KISS.

 

O “keep it simple” é intelectualmente algo difícil de trazer à prática, mas sua dificuldade não está em métodos complexos com operações pesadas. Parece um paradoxo, mas planejamento do simples leva tempo, estudo e paciência, então o “eu quero isso para ontem” leva aos maiores erros e esses erros custam caro.

 

Dedicamos pouco tempo para pensar, ler, aprender; e demais para agir, é nisso que reside a dificuldade de empregar o princípio KISS: a gestão do tempo que passamos pensando e lendo com o tempo que passamos ativos executando. Para tornar os processos, as marcas e os produtos mais simples, com certeza é necessário ir a fundo nas soluções assertivas.

 

Para retratar melhor a ideia, como reflexão final, uma anedota de Picasso: ao contemplar suas pinturas cubistas, um especialista de arte disse a Pablo Picasso – em uma época que o pintor ainda não era consagrado – que ele pintava como uma criança. Picasso respondeu: “Levei uma vida adulta inteira para aprender a pintar como uma criança”. O intelectual torna o complexo simples e o simples é sensacional.

 

Fontes:

https://marketingstrategyexpert.wordpress.com/2011/11/25/
keep-it-simple-stupid-kiss-marketing-to-the-masses/

 

http://www.bluebarn.in/
keep-it-simple-stupid/

 

http://principles-wiki.net
/principles:keep_it_simple_stupid

 

http://www.puromarketing.com/1/17006/
principio-kiss-exito-marketing-simple.html

 

https://www.marketingdirecto.com/punto-de-vista/la-columna
/keep-it-simple-stupid-kiss-toda-una-filosofia-de-branding-david-vinuales

O que aprendemos nesse artigo?

O que significa o Acrônimo KISS?

KISS - Keep it Simple, stupid, é um príncipio de design que surgiu na marinha dos EUA em 1960, que significa Mantenha Simples, idiota. Esse principio afirma que os sistemas funcionam melhor se forem mantidos simples em vez de complicado.

Onde eu posso aplicar o KISS?

O KISS pode ser aplicado em várias estratégias e segementos como por exemplo o marketing, publicidade, branding, e até programação.

Como o KISS se aplica na programação?

Usar soluções mais simples na programação, torna o seu programa mais fácil de ser mantido, escrito e compreendido, poupando gastos e tempo do seu colega programador.

Como o KISS se aplica na publicidade?

A simplicidade na publicidade é essencial, dominar a arte de dizer o essencial com poucas palavras é extremamente importante, pois de complicado já basta a rotina, porém para chegar a dizer o essencial, requer um trabalho complexo de compreender com quem você está falando e o produto.

  • Etapa 1

Quer saber mais sobre as nossas formações? Entre em contato!

Seu nome

Seu telefone

Seu e-mail

Formação de interesse

Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta