Compartilhe com seus amigos!

22 minutos de leitura

Caso esteja aprendendo sobre desenvolvimento web, talvez se pergunte, o que é backend? Bom o Desenvolvimento backend (Também definido como back-end ou desenvolvimento back end) essa habilidade move a internet. Porém ela é feita de forma modesta, sem se mostrar, permitindo que as pessoas acessem os sites sem saberem de todo esforço empenhado pelo desenvolvedor back end.

 

Então para ajudar você a revelar esse mistério…O que é backend? Como as tecnologias de backend funcionam? Quais são algumas das linguagens de programação utilizadas no backend?

 

Nesse post é abordado sobre o que é backend, também como os variados tipos de linguagens backend, o que você pode fazer com elas como um desenvolvedor web backend, as empresas que utilizam essas linguagens, e quanto você pode ganhar se especializando em algumas habilidades backend específicas.

 

As linguagens de programação backend lidam com os bastidores das funcionalidades das aplicações web. É o código que conecta a internet com o banco de dados, gerencia as conexões dos usuários e alimenta a aplicação web. O backend trabalha em conjunto com o frontend para entregar o produto para o usuário final.

 

Menu de conteúdos

 

 

O que é backend?

 

 

o que é backend? Como mencionado acima, o backend é o que faz com que a internet continue funcionando pelos bastidores.

 

Desenvolvedores backend focam principalmente em como o website funciona. Eles escrevem códigos focados na funcionalidade e na lógica que faz o aplicativo web que eles trabalham funcionar, e a tecnologia que eles utilizam nunca é vista pelos usuários que acessam a aplicação web.

 

As tecnologias backend são uma combinação de servidores, aplicações e banco de dados.

 

As responsabilidades de um desenvolvedor backend podem envolver no desenvolvimento de APIs, escrever códigos para interagirem com o banco de dados, criar bibliotecas, trabalhar em processos dos negócios, estrutura de dados e muito mais. No que o desenvolvedor backend vai trabalhar dependem do cargo que ele vai preencher e a empresa.

 

Agora que você sabe um pouco sobre, o que é backend, vamos falar um pouco sobre como ela se compara com frontend.

 

Programação Front-end vs Backend

 

 

De forma intuitiva, o outro lado do backend é o front-end.

 

A diferença fundamental está no fato de que enquanto os desenvolvedores backend lidam com a parte de como uma aplicação web funciona, os desenvolvedores frontend constroem e desenham a interface, determinando como o website aparece para os usuários.

 

O desenvolvimento web backend cria a base que permite que os sites processem as ações que os usuários fazem no front end.

 

Nenhum funciona sem o outro, você precisa do back end para fazer o front end funcionar, e você precisa do front end para que as pessoas consigam acessar e interagir com o site.

 

Os desenvolvedores backend geralmente ganham salários maiores do que os desenvolvedores front-end, pelo fato das linguagens back end tenderem a ser mais técnicas. O salário médio de um desenvolvedor backend é de R$ 5.833  e do desenvolvedor front-end é de R$ 5.281.

 

Existem também os desenvolvedores full-stack, que conseguem trabalhar tanto com front-end e backend. 

 

Agora que você sabe sobre, o que é backend, quanto ganha e o que os diferencia dos front-end, iremos abordar o que eles fazem.

 

O que faz um desenvolvedor backend?

 

 

Depois de ter se perguntado o que é backend, você provavelmente irá querer entrar mais a fundo para saber o que ele faz de fato. Então, o que um desenvolvedor backend faz no dia-a-dia de trabalho?

 

De acordo com o desenvolvedor backend Ali Bayat em um artigo de seu blog The Day in the Life of a Backend Developer, “Refletindo sobre o dia típico de trabalho, eu diria que passo 50% do tempo em trabalho de projeto, 20% em reuniões, comunicações em geral e os 30% eu trabalho em pedidos imeadiatos e bugs”.

 

Então, como desenvolvedor backend, você talvez passe o seu dia fazendo coisas como:

 

  • Mantendo aplicações legacy (programas antigos que foram construídos por outros programadores)

 

  • Apagando o fogo (por exemplo, bugs, aplicativos quebrados)

 

  • Indo em reuniões (para conseguir exigências para um projeto)

 

  • Colaborar com desenvolvedores front end em um projeto, etc.

 

  • De fato escrever códigos para novas aplicações/projetos

 

Então, enquanto você certamente estará programando com linguagens back end, não pense que isso será a única coisa que irá fazer como um desenvolvedor back end.

 

Tipos de linguagens backend

 

A programação em backend pode tanto orientada a objetos/object-oriented (OOP) ou funcional.

 

OOP é a técnica que foca na criação de objetos. Com a programação orientada a objetos, os códigos precisam ser executados de uma forma em particular. Linguagens OOP populares são Java, .NET e Python.

 

Programação back end funcional é uma técnica mais focada na “ação”. A programação funcional utiliza a linguagem declarativa, isso significa que os statements podem ser executados de qualquer ordem. É comumente utilizado no data science e em linguagens populares como SQL, F# e R.

 

As linguagens back end podem ser escritas tanto de forma estática ou dinâmica. O primeiro é mais rígido, mas melhor para encontrar erros, onde que o último é mais flexível, mas permite com que as variáveis mudem os tipos (no qual pode contar com erros inesperados). 

 

 

9 Linguagens de programação back end populares

 

Agora, vamos dar uma olhada em algumas linguagens de backend específicas e onde elas são utilizadas:

 

_____________________________________________

 

Java

 

Informações importantes:

 

  • A 3º linguagem de programação mais popular do mundo

 

  • É uma linguagem mais difícil para iniciantes do que as outras linguagens backend

 

  • Desenvolvedores ganham em média R$ 3.745,00 por mês.

 

_____________________________________________

 

PHP

 

  • Alimenta 78.2% dos websites

 

  • É digitado dinamicamente

 

  • Tolera mais erros

 

_____________________________________________

 

.NET (C#, VB)

 

Informações importantes:

 

  • Possui o padrão de arquitetura MVC (Model-View-Controller)

 

  • Consegue integrar com o iOS, Linux e Android

 

  • Altamente estável e confiável

 

_____________________________________________

 

Ruby 

 

Informações importantes:

 

  • Permite com que desenvolvedores criem e lancem aplicativos mais rapidamente

 

  • É fantástico para criar protótipos

 

  • Cresceu em popularidade no começo dos anos 2000, mas vem caindo desde então

 

_____________________________________________

 

Python

 

Informações importantes:

 

  • A linguagem de programação que mais cresce

 

  • Possui uma sintaxe simples e fácil de compreender

 

  • Ótimo para iniciantes

 

Essas e outras informações importantes abordamos neste vídeo nosso onde explicamos as vantagens do Python e as áreas onde é aplicado:

SAIBA A IMPORTANCIA DO PYTHON E COMO PROGRAMAR AGORA!

 

 

_____________________________________________

 

SQL

 

Informações importantes:

 

  • A linguagem query mais popular

 

  • Utilizada para interagir com bancos de dados

 

  • Ótima para iniciantes

 

_____________________________________________

 

JavaScript

 

Informações importantes:

 

  • Pode ser utilizada tanto para front e back end

 

  • Muito popular com uma grande comunidade

 

  • Pode ser difícil de ser mantida e escalada

 

_____________________________________________

 

TypeScript

 

Informações importantes:

 

  • Um super conjunto open source do Javascript

 

  • É a 7º linguagem de programação mais utilizada

 

  • Desenvolvida pela Microsoft para facilitar a programação do JavaScript

 

_____________________________________________

 

Go

 

Informações importantes:

 

  • Escrita de forma estática, uma linguagem de programação compilada

 

  • Sintaxe similar ao C/C++

 

  • Criada pelo Google

 

Até então abordamos sobre, o que é backend e seus aspectos mais gerais. Continue lendo para saber mais a fundo sobre suas linguagens de programação.

 

1 – Linguagem backend: Java

 

Java é a terceira linguagem de programação mais popular do mundo, e por uma boa razão. O Java não é somente extremamente versátil (seu uso abrange desde smartphones até cartões inteligentes); e tem sido utilizado por desenvolvedores por mais de 20 anos.

 

O que torna o Java tão versátil é a Máquina Virtual Java ou Java Virtual Machine (JVM). Com muitas linguagens de desenvolvimento back end,  a compilação de um programa cria um código que pode ser executado de forma diferente se os computadores em que é executado forem diferentes. Isso não é um problema para o Java por causa do JVM. A máquina virtual do Java funciona como uma camada intermediária que consegue rodar códigos em quaisquer computadores, independente de onde o código foi compilado.

 

Enquanto que o Java é extremamente popular com desenvolvedores desktop e de softwares empresariais, ela é menos fácil para um iniciante se comparado com o Python. Isso ocorre porque essa linguagem é mais detalhada e exige que você digite mais códigos para criar recursos; como resultado disso, o Java vale menos a pena para quem está começando.

 

Dito isso, a grande popularidade do Java se deve a sua grande comunidade. Consequentemente, qualquer dúvida ou pergunta que você tenha a respeito dessa linguagem, existe algum fórum, thread ou tutorial online dedicado a responder essa pergunta.

 

O que você consegue fazer com o Java

 

As tecnologias backend do Java podem ser utilizadas para alcançar muitos objetivos, que incluem esses e outros:

 

  • (Android) desenvolvimento de aplicativos mobile

 

  • Desenvolvimento de website

 

  • Conexão com bancos de dados

 

  • Processamento de imagens

 

  • Criar programas baseados em GUI

 

  • Networking

 

Empresas que utilizam o Java

 

Existem grandes nomes no meio das empresas que utilizam as tecnologias backend do Java, que incluem essas empresas:

 

  • Airbnb

 

  • Uber

 

  • Pinterest

 

  • LinkedIn

 

  • Groupon

 

  • eBay

 

  • Evernote

 

  • FitBit

 

  • Hubspot

 

Salário médio de um Desenvolvedor Java

 

O salário médio de um desenvolvedor Java é de R$ 3.745,00, de acordo com o Vagas.

 

2 – Linguagem backend: PHP

 

O PHP alimenta cerca de 78.2% de todos os websites. A linguagem foi lançada em 1995 onde existiam poucas opções para criar sites dinâmicos.

 

Como o PHP é uma linguagem de programação dinâmica, ou seja, você é capaz de trazer uma variedade de soluções e alternativas para um único problema. Isso também significa que um código escrito pode significar algo diferente dependendo do contexto, o que torna linguagens de programação escritas em PHP difíceis de escalar e às vezes lentos de se rodar.

 

PHP é uma ótima linguagem para se aprender para iniciantes, por uma variedade de motivos:

 

  • Tolera mais erros, o que significa que você consegue rodar e compilar um programa até que encontre uma parte problemática.

 

  • Existe uma abundância de recursos dedicados a linguagem como resultado de sua grande comunidade e suporte à ferramenta. A linguagem recebe atualizações, então assegure-se que o tutorial esteja atualizado também.

 

  • O setup da linguagem é relativamente fácil em comparação com uma linguagem tipo Ruby on rails. Você consegue baixar MAMP (para Macs) ou WAMP (Para windows) e você estará pronto para iniciar a programar em 5 minutos.

 

O que você consegue fazer com o PHP

 

De acordo com o site do PHP, você consegue:

 

  • Coletar dados de formulários

 

  • Gerar conteúdo de página dinâmico

 

  • Enviar e receber cookies

 

  • Fazer scripts de linhas de comandos

 

  • Fazer scripts server-side

 

  • Fazer aplicativos para desktop

 

Empresas que utilizam o PHP

 

Aqui embaixo temos algumas empresas que utilizam o PHP dentro de seus times de desenvolvedores

 

  • Facebook

 

  • Lyft

 

  • Mint

 

  • Hootsuite

 

  • Viber

 

  • Buffer

 

  • DocuSign

 

Salário médio de um Desenvolvedor PHP

 

O salário médio de um desenvolvedor PHP é de R$ 2.360,00, de acordo com o Vagas.

 

3 – Linguagem backend: .NET (C#, VB)

 

O ASP.NET é uma resposta da Microsoft ao Java da SUN Microsystem (agora se chama Oracle). Essa framework de aplicação web é utilizado para construir sites backend utilizando linguagens como Visual Basic (VB), C#, F# e mais.

 

É o padrão de arquitetura do MVC (Model-View-Controller) que permite com que as tarefas do desenvolvimento backend sejam tratadas por um controlador, que interage com um modelo para processar dados. O resultado então é apresentado para a visualização para mostrar uma página frontend.

 

Se tornou Open Source em 2016, .NET consegue integrar com iOS, Linux e Android através do .NET Core. O código é altamente estável e confiável, tornando uma opção popular para negócios. Pelo fato de ser um produto da Microsoft, possui um ótimo suporte caso queira sanar suas dúvidas.

 

C#

 

C# é uma linguagem de computador de alto-nível, o que significa que permite com que programadores construam programas que sejam independentes de algum tipo específico de computador. Iguais como essa são escritas e lidas como se fosse uma linguagem humana, ao invés de serem como uma linguagem de máquina.

 

C# é popular entre os desenvolvedores porque possui o poder do C++ (outra linguagem backend popular), porém ela é mais fácil de utilizar pelo fato de seus comandos serem à prova de erros que tendem a enganar programadores C++.

 

Os programadores no Stack Overflow elogiaram essa linguagem pela sua “sintaxe maneira”.

 

VB

 

O VB é uma linguagem de programação que utiliza uma interface de usuário gráfica ou graphical user interface (GUI) para modificar códigos escritos na linguagem de programação BASIC. É uma linguagem fácil de começar pelo fato de sua sintaxe ser direta e por ser utilizado por muitas pessoas. Como resultado, é bastante utilizado para criar protótipos.

 

A desvantagem da programação backend com VB é a grande quantidade de memória que é exigida para instalar e rodar ferramentas de desenvolvimento GUI.

 

O que você consegue fazer com o .NET

 

  • Criar aplicações desktop

 

  • Criar aplicativos para celular

 

  • Criar aplicações web e jogos

 

  • Trabalhar com Big data

 

  • e mais

 

Empresas que utilizam .NET

 

Algumas empresas que utilizam .NET como linguagem de programação:

 

  • Microsoft

 

  • Starbucks

 

  • Docplanner

 

  • Stack Overflow

 

Salário médio de um Desenvolvedor .NET

 

O salário médio de um desenvolvedor .NET é de R$ 3.684,00, de acordo com o Vagas.

 

4 – Linguagem backend: Ruby

 

Ruby on Rails (ou simplesmente Ruby) é uma linguagem de programação de desenvolvimento web feito em cima da linguagem Ruby. O Ruby on Rails possui um conjunto de ferramentas que permite com que você basicamente crie tarefas básicas (por exemplo, você é capaz de criar um blog básico com uma linha de código).

 

O Ruby envolve pouco trabalho backend, permitindo com que desenvolvedores rapidamente criem e lancem aplicações. É similar ao Python, ou seja, é ótimo para criar protótipos. O Ruby cresceu em popularidade no começo dos anos 2000 como resultado de sua facilidade, mas caiu em popularidade desde então.

 

O Ruby é uma linguagem open source, que significa que pode ser modificada e construída em cima.

 

O que você consegue fazer com o Ruby

 

  • Automatizar tarefas repetitivas

 

  • Construir aplicações web

 

  • Construir aplicativos para celular e jogos

 

  • Criar protótipos

 

  • e mais

 

Empresas que utilizam Ruby

 

Aqui embaixo temos algumas empresas que utilizam a linguagem Ruby

 

  • Airbnb

 

  • Codecadamy

 

  • TaskRabbit

 

  • Kickstarter

 

  • RapGenius

 

  • Scribd

 

  • AngelList

 

Salário médio de um desenvolvedor Ruby

 

Salário médio de um Desenvolvedor Ruby é de R$ 4.729/mês de acordo com o Glassdoor.

 

5 – Linguagem backend: Python

 

Existe um motivo do Python ser a linguagem que mais cresce. Essa linguagem versátil é utilizada tanto para desenvolvimento web quanto para desktop. Igual ao Java, existem um monte de tutoriais e guias onlines, tornando ela uma das linguagens back end mais acessíveis para quem está começando.

 

Além do mais, sua sintaxe é simples e de fácil compreensão se comparado com outras linguagens de programação back end. Aqueles que programam com Python no Stack Overflow elogiam por seus códigos serem “elegantes”, “fáceis de entender” e “maravilhoso”.

 

Como foi mencionado acima, Ruby e Python compartilham similaridades. Ambas são linguagens de programação dinâmica, open source, e orientados a objetos. A diferença principal entre os dois é a popularidade (Ruby tem caído, enquanto que o Python tem decolado) e as ferramentas da linguagem Ruby.

 

O que você consegue fazer com o Python

 

Alguns dos usos mais populares do Python incluem:

 

  • Script de shell multiplataforma

 

  • Automação rápida

 

  • Desenvolvimento web simples

 

Empresas que utilizam o Python

 

As maiores empresas que utilizam Python são:

 

  • Uber

 

  • Pinterest

 

  • Mozilla

 

  • Spotify

 

  • Quora

 

  • Pandora

 

  • Netflix

 

  • Asana

 

Salário médio de um desenvolvedor Python

 

Salário médio de um Desenvolvedor Python é de R$ 4.130,00 de acordo com o Vagas.

 

6 – Linguagem backend: SQL

 

Linguagem de Consulta Estruturada ou Structured Query Language (SQL), é a linguagem de query mais popular. O SQL é utilizado para interagir com bancos de dados.

 

O SQL é ótimo para iniciantes, pois é uma linguagem declarativa. Uma linguagem declarativa permite com que os programadores declarem os resultados que eles gostariam de ver, sem precisar especificar os passos ou processos para tal resultado.

 

Uma linguagem query como o SQL é ótimo para aqueles que querem tirar vantagem da riqueza de conhecimentos armazenados nos bancos de dados.

 

O que você consegue fazer com o SQL

 

O SQL é utilizado para acessar, manipular e criar bancos de dados.

 

Aqueles que trabalham próximo com os bancos de dados podem se beneficiar bastante de aprender o SQL. Isso inclui os analistas financeiros, analistas de marketing data-driven ou empresários online. O SQL é um trampolim ideal para aqueles que querem mergulhar no mundo do Big Data.

 

Empresas que utilizam o SQL

 

Sendo o SQL uma linguagem de query, seu uso está por todo lado. Se uma empresa ou companhia tiver um banco de dados, é bem provável que ela esteja utilizando o SQL para fazer buscas dentro do banco.

 

Salário médio de um desenvolvedor SQL

 

Salário médio de um Desenvolvedor SQL é de R$ 2.625/Mês de acordo com o Glassdoor.

 

7 – Linguagem backend: JavaScript

 

Não é pra ser confundido com o Java, JavaScript é uma linguagem que pode ser utilizada tanto para o front end quanto para o back end.

 

É uma ótima linguagem para iniciantes, pois é uma linguagem de alto nível e possui pouco setup envolvido (você pode programar direto do seu browser).

 

Pelo fato desta linguagem ser bem flexível, os objetos criados nessa linguagem são lentos. É também difícil de manter e escalar, assim como a maioria das linguagens de programação dinâmicas.

 

Tendo isso dito, a linguagem é onipresente, isso significa que a comunidade é gigante, oferecendo uma grande quantidade de recursos e muitas oportunidades de contratação se você conhece as tecnologias backend de JavaScript, tal como Node.js.

 

O que você consegue fazer com o JavaScript

 

O JavaScript pode ser utilizado em muitos tipos de softwares e websites, incluindo:

 

  • Websites

 

  • Aplicativos de celular

 

  • Aplicações desktop

 

  • Jogos

 

  • Servidores web

 

  • Apresentações

 

  • e mais

 

Empresas que utilizam o JavaScript

 

Empresas famosas que utilizam o JavaScript incluem:

 

  • Airbnb

 

  • Codecademy

 

  • HotelTonight

 

  • eBay

 

  • Square

 

  • Asana

 

Salário médio de um desenvolvedor JavaScript

 

Salário médio de um Desenvolvedor JavaScript é de R$ 4.381/mês de acordo com o Glassdoor.

 

8 – Linguagem backend: TypeScript

 

O TypeScript é um “superconjunto” open source do JavaScript que é construído utilizando como base o JS, para que você consiga programar um código de alta qualidade e com menos bugs. Foi desenvolvido pela Microsoft para simplificar o código do JS. Pode ser utilizado no backend com outras tecnologias JS como o NodeJS e Express.

 

De acordo com uma pesquisa de desenvolvedor de 2021 do Stack Overflow, o TypeScript é a 7º linguagem de programação mais utilizada, com 30.19% dos respondentes dizendo que utilizam ela. O TypeScript é uma linguagem orientada a objetos enquanto que o JavaScript é uma linguagem de Scripts.

 

Se você já conhece o Javascript, o TypeScript deve ser bem fácil de aprender.

 

O que você consegue fazer com o TypeScript

 

  • Tornar o código mais fácil de se ler e compreender

 

  • Criar ferramentas de desenvolvimento para IDEs e práticas JavaScript

 

  • Acelerar o desenvolvimento

 

  • Tornar a programação em JavaScript mais confiável

 

Empresas que utilizam o TypeScript

 

Top empresas que utilizam o TypeScript:

 

  • Slack

 

  • Accenture

 

  • Medium

 

  • DoorDash

 

  • Canva

 

  • Walmart

 

Salário médio de um desenvolvedor TypeScript

 

Desenvolvedores TypeScript fazem uma média de $130,000/ano nos EUA.

 

9 – Linguagem backend: Go

 

Também chamado de “Golang”, Go é uma linguagem estática e compilada criada pelo Google. Foi liberada para o público em 2009. Sua sintaxe é similar ao C/C++, mas o Go também fornece segurança de memória, coleta de lixo e outros recursos que o tornam ótimo para programação backend. Também possui um código mais fácil de ler que o C.

 

Go é uma linguagem de programação backend rápida, sendo que consegue traduzir seu código fonte para código de máquina no seu próprio compilador. Também possui um recurso que simplifica o processo de identificação de bugs.

 

O que você consegue fazer com o Golang

 

  • Construir aplicações web

 

  • Desenvolvimento server-side

 

  • Desenvolvimento Cloud-native

 

  • Aplicações Machine Learning

 

Empresas que utilizam o Go

 

Top empresas que utilizam o Go, incluem:

 

  • Uber

 

  • Google

 

  • Pinterest

 

  • Shopify

 

  • Robinhood

 

  • Twitch

 

Salário médio de um desenvolvedor Go

 

O salário médio de um desenvolvedor Go é de R$ 5.882/mês, segundo o glassdoor.

 

Não basta saber somente o que é backend, mas também dominar algumas dessas linguagens de programação, de preferência as mais requisitadas.

 

Outras habilidades que você precisa saber

 

Conforme você aprende habilidades backend, aqui trazemos mais algumas outras habilidades backend que você precisa que não são linguagens de programação. 

 

Habilidades Backend nº1: Bancos de dados/ e Cache

 

Como desenvolvedor backend, pode ser bastante útil você saber como bancos de dados e cache de banco de dados funcionam. O cache é uma técnica que armazena dados recentemente consultados em uma memória temporária. Ele complementa um banco de dados primário tirando pressão desnecessária sobre ela.

 

Muitas ofertas de trabalho backend exigem conhecimento sobre sistemas de gerenciamento de banco de dados ou Database Management Systems (DBMS), tal como o MySQL, PostgreSQL, Microsoft Access, servidor SQL e mecanismos de cache como Redis e Memcached.

 

Habilidades Backend nº2: Servidores da web

 

Um servidor web ou web server é um software e hardware que utiliza HTTP (Hypertext Transfer Protocol) e outros protocolos para responder a outras solicitações dos clientes. Como um desenvolvedor backend, você talvez precise saber sobre tecnologias de servidor web de produção, tal como load balancer (por exemplo, Nginx e HTTP proxies).

 

Habilidade Backend nº3: API (REST & SOAP)

 

Interface de programação de aplicações ou Application programming interfaces (API), permite com que você separe aplicações para conversarem entre eles. Eles desempenham um papel em como a maioria das arquiteturas de softwares server-side são construídas.

 

Dois estilos de APIs que você talvez se depare como desenvolvedor backend são o SOAP e REST. SOAP significa Protocolo Simples de Acesso ou Simple Object Access Protocol. E REST significa Transferência Representacional de Estado ou  Representational State Transfer.

 

Conclusão: O que é backend

 

Nesta visão geral, espero que você tenha obtido uma visão geral sobre desenvolvimento backend e a capacidade de cada uma das linguagens envolvidas. Esse artigo não possui uma lista exaustiva de todas as linguagens que envolvem o backend.

 

Se você está pensando em começar uma carreira como um desenvolvedor backend, eu recomendaria fazer um curso de desenvolvimento web para aprender mais a fundo sobre o que é backend, e suas partes mais complexas como suas habilidades e linguagens de programação.

 

Não deixe-se intimidar pelas palavras complicadas. Todo expert já foi um iniciante.

 

Artigo adaptado e inspirado de: https://learntocodewith.me/posts/backend-development/

 

O que aprendemos neste artigo

 

O que é backend?

Desenvolvedores backend focam principalmente em como o website funciona. Eles escrevem códigos focados na funcionalidade e na lógica que faz o aplicativo web que eles trabalham funcionar, e a tecnologia que eles utilizam nunca é vista pelos usuários que acessam a aplicação web.

Qual a diferença entre backend e frontend?

A diferença fundamental está no fato de que enquanto os desenvolvedores backend lidam com a parte de como uma aplicação web funciona, os desenvolvedores frontend constroem e desenham a interface, determinando como o website aparece para os usuários.

O que faz um desenvolvedor backend?

De acordo com o desenvolvedor backend Ali Bayat em um artigo, ele diz - Refletindo sobre o dia típico de trabalho, eu diria que passo 50% do tempo em trabalho de projeto, 20% em reuniões, comunicações em geral e os 30% eu trabalho em pedidos imeadiatos e bugs.

Qual é o salário de um desenvolvedor backend?

Salário médio de um desenvolvedor backend é de R$ 5.833/mês, de acordo com o Indeed.

 

 

Compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário