Compartilhe com seus amigos!

11 minutos de leitura

A ideia de se tornar um growth hacker é algo que tem se tornado cada vez mais presente no mercado de trabalho atual, e quem se sente atraído pela possibilidade, se pergunta: o que é preciso para ser um growth hacker? Primeiramente, é preciso entender e seguir o padrão de evolução de conhecimento e aprendizagem profissional em forma de T – o T-Shaped Skills.

 

Esse termo foi originalmente cunhado por David Guest em 1991. Ele descreveu o indivíduo que segue essa metodologia como “alguém que se especializa em ser um generalista, mas que também tem uma ou duas áreas de especialização”. Depois, foi popularizado por Tim Brown, do IDEO, ao mencionar que “muitas pessoas saem da universidade, desenvolvem as suas aprendizagem em forma de ‘I’,” ou seja, focada apenas em sua área e cega para todas as outras, sendo que ser multidisciplinar pode ser um adicional e um diferencial em qualquer trabalho, bem como trazer mais velocidade, flexibilidade e a capacidade de trocar de papeis com os outros dentro de uma equipe.

 

À medida em que a tecnologia evolui, cresce mais a demanda do mercado por um profissional de marketing com o perfil de quem cresce segundo o método de T-Shaped Skills. Cresce a importância de se ter profissionais na equipe que saibam como permanecer relevantes de acordo com as novas tecnologias, bem como com as novas tendências, com as novas ferramentas e, também, com as novas formas de se trabalhar.

 

O desenvolvimento de habilidades em forma de T nos negócios é uma tendência recente e os growth hackers que se utilizam desse método tornam-se especialistas em exigir de si o próprio o desenvolvimento. Eles compreendem que é necessário ter uma ampla exposição a uma variedade de habilidades que possam ser interessantes para a suas respectivas carreiras, e mais: compreendem que é preciso escolher uma área para se apropriar e ter conhecimento profundo. Por isso, profissionais experientes e jovens que se transpõem para uma carreira de growth hacker enfrentam a mesma pergunta: quais habilidades e ferramentas são necessárias adquirir para que se tornem bem-sucedidos?

 

Um growth hacker é um marketing parcial, programador parcial e analista de dados parcial. Considerando as habilidades que alguém pode precisar neste domínio, um growth hacker pode ser comparado com um canivete suíço – versátil e rápido. No entanto, ao contrário de um canivete, além de ser bom e prático em uma série de tarefas, um growth hacker deve se destacar bem em pelo menos uma área.

 

Explicando o T-Shape Skills em uma imagem e poucas palavras, as habilidades que estão no primeiro nível são as que você precisa ter pelo menos uma compreensão intuitiva – representado pela barra horizontal do topo. Já no nível 2, estão as habilidades que você realmente possui alguma experiência prática e um conhecimento muito mais aprofundado – representado pelas barras verticais. No terceiro nível, tanto a direita quanto a esquerda, estão as aptidões que você deve ter compreensão bastante aprofundadas, podendo escolher algumas para ser especialista – depois, quem sabe, você não vira especialista em todas?

 

Primeiro nível – habilidades que você precisa ter uma compreensão intuitiva

A parte horizontal plana no topo do T representa todas as várias habilidades e disciplinas com as quais um growth hacker precisa estar familiarizado – tem que saber um pouco de tudo. Em geral, os growth hackers são proficientes em várias disciplinas, mas é importante se destacar em algumas delas para fazer seu trabalho de forma eficaz.

 

Front end codes

Os front codes são as linguagens que se combinam e criam a interface para o consumidor e usuário da internet. Embora não haja nenhuma pressão para você se tornar um programador, para ser um growth hacker realizado é necessário, ao menos, ter uma compreensão básica de programação, codificação e linguagem de web – HTML, CSS, PHP, JavaScript, Ruby e Python. Isso permitirá que você crie coisas por si mesmo, além de ser uma aptidão facilitadora para uma comunicação mais efetiva com a equipe de engenharia da empresa. Ademais, ter um conhecimento de programação também ajudará você a ajustar os recursos do produto e as campanhas de marketing em tempo real.

 

Service Design

À medida que os consumidores são bombardeados com opções e experiências, o design de serviço – ou experiência – ensina como criar produtos que as pessoas realmente precisam e desejam. Para isso é importante desenvolver empatia com o cliente, compreender dores reais a serem resolvidas, entender a jornadas do consumidor e construir soluções para essas dores.

 

Wireframing

O profissional de marketing está cada vez mais envolvido com a jornada completa do cliente (e não apenas gerando tráfego para um produto), e entender de Wireframing se torna importante para a elaboração de projetos bem como para arquivar fluxos de clientes.

 

Psicologia comportamental

Um growth hacker deve ser um leitor de mentes. Ele deve entender o cliente, saber quais são suas dores, quais são os seus comportamentos, quais são as suas personalidades, assim como quais são os gatilhos que farão com que esses indivíduos realizem uma conversão em vendas.

 

Branding / Storytelling

Como growth hacker, você deve entender as implicações da experiência na cultura e na marca da sua empresa. O branding e o storytelling são funcionais na conquista de consumidores fieis assim como ajudam a abrir corações e carteiras.

 

Segundo nível – habilidades que você precisa de uma compreensão mais profunda

 

Web analytics

Você não pode gerenciar o que você não pode medir. Então, você definitivamente precisa de uma compreensão profunda de como rastrear os clientes em seu produto ou serviço digital. Isso inclui o rastreamento, análise e visualização de dados para descobrir o que está acontecendo no seu site e onde otimizar. Web analytics é o processo de medição, coleta, análise e a produção de relatórios de dados de navegação e interação com o objetivo de entender e otimizar o uso dos sites e páginas na Internet.

 

Otimização da taxa de conversão

Ter conhecimento em otimização de taxa de conversão é ter em mãos a arte de converter mais visitantes ao longo do funil de vendas. O CRO é um sistema para aumentar a porcentagem de visitantes em um site que os converta em ações de seguidores ou consumidores.

 

Experiment design

Uma abordagem orientada à experiência significa que você precisa de um projeto de experiência. Por mais abstrata que a “experiência” seja, saber como planejar os pontos de experiência é uma arte tanto quanto é uma ciência.

 

Funil Marketing

Pensando em um funil real, o topo tem área maior e vai se estreitando, até que um volume menor chega ao final. O funil de marketing segue essa ideia, ele começa com alto número de possíveis clientes e, no final, consegue extrair os mais qualificados. É importante rastrear os clientes de ponta a ponta em sua jornada e definir claramente o se considera uma conversão de um passo para o próximo.

 

Automação e APIs

Mesmo que você não saiba como configurar as automações, é imprescindível entender como funcionam as APIs, quais são suas limitações e como elas podem ajudá-lo a automatizar tarefas repetitivas e / ou grandes.
Machine Learning e Inteligência Artificial

 

A Inteligência Artificial e o Machine Learning são responsáveis pelas tecnologias que estão ajudando as grandes organizações a trabalhar de forma mais inteligente, melhor e mais rápida. Com o Machine Learning pode se resolver uma quantidade incrível de problemas com massa de dados e algoritmo de aprendizado corretos.

 

Terceiro nível à esquerda

Se você é um growth hacker, precisa ter uma compreensão profunda, prática, crítica e atualizada das habilidades que estão à esquerda do gráfico em T das T-Shape Skills, onde estão os canais de aquisição de clientes.
São algumas delas: saber anunciar nas redes sociais, entender de SEO e um profundo conhecimento em marketing de conteúdo, bem como é quase que uma obrigação ter compreensão sólida sobre psicologia de vendas.

 

Terceiro nível à direita

Esta seção das T- Shape Skill mostra as habilidades necessárias para mudar as perspectivas dos simples visitantes dos sites de seus clientes – ou do seu próprio -, retê-los e convertê-los a clientes fieis.

 

Dentre elas: marketing viral, geração de leads, onboarding – passo em que um visitante decidiu prestar atenção à sua marca na jornada do consumidor – e, principalmente, ter um profundo conhecimento sobre lifecycle marketing,

 

Não necessariamente você precisa ser um especialista em tudo.

 

Entretanto, se você se aprimorar em todas as habilidades do T-Shape Skills, vai se destacar muito no mercado. Existem alguns growth hackers que possuem habilidade de nível especialista em todas as áreas acima, eles são raros e extremamente valiosos. Se você tem capacidade e unidade para se tornar um desses, então ótimo, isso tudo garantirá trabalhos bem remunerados nos próximos anos -, mas, se não, lembre-se que você pode se especializar em certas áreas de growth hacking e se juntar a boas equipes que são constituídas por growth hackers com especialidades diferentes.

 

Maratona de aprendizagem e muito trabalho

Um growth hacker é menos mágico e mais cum maratonista. Não há cartolas, varinhas e coelhos, há, sim, muito trabalho duro para dominar as habilidades que pertencem a essa metodologia de evolução profissional – e pessoal. Até porque, para terminar uma maratona é necessário um treino de meses e, mais do que isso, é preciso treinar do jeito certo.

 

Além disso, um growth hacker deve ser obstinado se quer sair do topo do T-Shaped Skillls e se aprofundar. É preciso ter disciplina, equilíbrio e perseverança para aprender e pensar em evoluir o tempo todo. Claro, pode até ser divertido por uma semana, mas será que ainda vai ser divertido depois de seis meses? Em geral, os growth hacker são obsessivos quanto ao crescimento, isso permite que eles persistam até descobrir as táticas que irão funcionar.

 

5 Razões para se tornar um profissional de marketing digital com desenvolvimento em forma de T

 

  1. As pessoas desejam maestria e a profundidade preenche essa necessidade

    Em geral, as pessoas precisam de três coisas para serem felizes em seu trabalho – autonomia, domínio e propósito. O crescimento para atingir o domínio e ganhar o reconhecimento que vem da experiência, mas a lealdade, compromisso e uma mentalidade de propriedade são essenciais para grandes membros de uma equipe.

  2. Sobreposição de conhecimento produz criatividade

    As soluções criativas são difíceis de encontrar, e ainda mais difíceis de avaliar e de construir quando há somente uma pessoa na organização perita de um tópico. Ao ter várias expertises de um T-Shaped Skills sobrepostas, uma equipe de marketing pode inventar e desenvolver soluções extraordinariamente únicas e poderosas para os problemas.

  3. Maior conhecimento de público

    O papel da análise está se tornando cada vez mais importante nas organizações digitais para basear decisões que influenciam na estratégia. Ao abraçar uma das variedades de táticas digitais que estão no T-Shaped Skills, será cada vez mais praticável interpretar os fluxos de dados analíticos e transformar isso em ideias e ações.

  4. Evolução nas técnicas de execução

    Há uma grande importância de se ter um técnico na equipe que saiba implementar mudanças em um site ou aplicativo, mas que também tenha a capacidade de interagir com seu cliente e que saiba aliar a construção de estratégias com os objetivos técnicos de uma execução de marketing digital.

  5. Conhecimento digital

    Um dos principais atributos de um profissional de marketing digital que segue a metodologia de evolução do T-Shaped Skills é a amplitude do conhecimento adquirido através das táticas digitais. Ele fornece e traz à sua equipe um elemento de criatividade e, ao mesmo tempo, compartilha conhecimentos de marketing de pesquisa, desenvolvimento e informações analíticas com seus colegas.
    Agora é só traçar um plano e aprender para crescer
    E então, agora que você anotou as principais dicas para se ter sucesso como um growth hacker, você está preparado para desenvolver essas habilidades e crescer muito numa maratona de desenvolvimento pessoal em T-Shaped Skills?

 

Fontes:
https://www.quicksprout.com/the-definitive-guide-to-growth-hacking-chapter-2/
https://blog.markgrowth.com/the-skills-for-a-t-shaped-content-marketer-3a51b0a51ee5
https://medium.com/growth-tribe/how-do-you-stay-in-the-top-1-of-t-shaped-marketers-2018-version-c3dbfa120434
http://www.growthhackexpert.com/tag/t-shaped/
https://growthengineers.com/skills-and-tools-of-an-accomplished-growth-hacker/

  • Etapa 1

Quer saber mais sobre as nossas formações? Entre em contato!

Seu nome

Seu telefone

Seu e-mail

Formação de interesse

Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta