Ferramentas de SEO: as melhores ferramentas gratuitas e pagas para o seu projeto
15 minutos de leitura

Compartilhe com seus amigos!

Se você já trabalha ou pretende trabalhar com SEO, vai descobrir que existem inúmeras ferramentas disponíveis do mercado e é fácil se perder nesse universo de opções.

 

Neste post vou detalhar as ferramentas que EU uso e listar algumas outras que podem ser interessantes para um projeto de SEO.

 

Google Search Console

A Google Search Console (GSC) é uma ferramenta gratuita do Google em que você pode cadastrar os sites que gerencia para acompanhar os dados da SERP.

 

SERP significa Search Engine Results Page, que é a página de resultado da busca, termo comum no SEO para nos referirmos as páginas exibidas para cada consulta no Google, por exemplo.

 

Se você ainda não usa o GSC no seu site, faça isso agora: https://search.google.com/search-console/about

 

A GSC vai te mostrar quais termos as pessoas digitaram, quantas impressões, cliques, CTR e posição média de cada termo e de cada uma das suas páginas que apareceu na SERP. Além disso, nela você pode enviar seus sitemaps, ser avisado de erros de rastreamento, malwares e verificar páginas que ainda não foram indexadas do seu site e pedir a indexação.

 

Na minha opinião é a principal ferramenta de SEO. Isso porque são dados do Google (não teria como ser mais confiável que isso). Com a GSC, você consegue reportar, em seu projeto, dados como melhoria na posição média (exemplo: em janeiro a posição média do site era 9,8 e agora é 2,3), aumento dos cliques ou impressões para um site, tudo isso de forma muito rápida.

 

Também uso O GSC no diagnóstico para verificar quais KWs geraram impressões, quais têm baixo CTR ou uma posição ruim.

 

DICA: uma forma de conseguir resultados “rápidos” para um site que já roda há algum tempo é ir na GSC e listar as queries que têm mais impressões e verificar aquelas que têm posição média abaixo de 10 ou 20 ou que possuem CTR abaixo de 5%.

 

Normalmente, com poucas ações (editando titles e descriptions, colocando a KW foco, CTA etc) nestas páginas você já consegue melhorar os resultados na SERP.

 

Google Analytics

Em qualquer projeto você precisa reportar os dados e resultados, então o Google Analtytics (GA) é essencial.

 

Uso não só para reportar os clientes mensalmente sobre o tráfego orgânico no site e suas principais páginas de entrada e saída, mas também para avaliar quais meses têm mais tráfego, a qualidade deste trafego e suas LPs no momento de diagnóstico.

 

Adwords Keyword Planner

Outra ferramenta do Google. O Keyword Planner ou Planejador de palavras-chave (keywords ou KWs) fica dentro do Google Adwords (agora Google Ads).

 

No KW Planner você pode inserir seu site e encontrar ideias de palavras-chaves ou ainda subir uma lista de KWs para verificar o volume de buscas mensal, CPC (custo por clique) no Adwords e o nível de concorrência na plataforma.

 

Ainda que não represente o nível de concorrência na SERP de forma orgânica, é um bom indicativo da dificuldade que você terá pela frente.

 

Screaming Frog

A screaming frog é uma ferramenta que varre toda as URLs do site em busca de problemas on-page, como meta tags titles e descriptions duplicadas, h1 faltando, etc.

 

O legal dela é que é gratuita até 500 URLs e gera um XLS para você trabalhar com seus dados. Costumo usá-la para extrair a lista de URLs do site e depois ver qual termo digitado pelo usuário gerou impressões desta URL na SERP, para isso uso a GSC. Com isso, vejo o volume de buscas, CPC e dificuldade destas KWs no KW Planner.

 

Dessa forma, tenho uma boa visão do desempenho daquela página para suas queries e também consigo estimar o esforço e prioridade de se trabalhar naquela página.

 

Beams Up

Minha ferramenta favorita, porém não funciona muito bem no Mac. Então tenho uma VM só pra rodar a Beams Up (sério!). Ela funciona como a Screming Frog: você coloca o endereço site, ela lê todas as URLs e diz quais têm titles, descriptions, h1 e outros itens faltando, duplicados ou com algum problema.

 

Qual a vantagem dela? Não tem limite de URLs!

 

E gera um XLS para que você possa cruzar os dados das URLs com o GSC e KW Planner.

 

Siteliner

Essa ferramenta gratuita permite que você insira a url de um site para que ela busque páginas que apresentam conteúdos muito parecidos. Vai te dar um relatório como este:

 

Ferramenta siteliner painel

 

Ele irá indicar que as páginas X e Y, por exemplo, possuem 98% de texto igual – o  que poderia ser considerado conteúdo duplicado.

 

Ubbersugget

Focando na parte de pesquisa de conteúdo, a ubbersuggest permite que você busque novas ideias de KWs que podem direcionar sua produção de conteúdos ou até mesmo ideias para incluir novas KWs em páginas já existentes.

 

Recentemente ela foi comprada pelo Neil Patel, que vem somando diversos novos recursos na ferramenta. Neste post ele fala mais da estratégia da compra e sua visão para a ferramenta.

 

Answer the public

Também uma ferramenta para buscar insights de KWs. Ao colocar uma KW na ferramenta ela te traz um gráfico (lindo) com as consultas como: “how to KW”, etc.

 

Ainda que seja em inglês te dá algumas ideias de como trabalhar conteúdos para o seu projeto.

 

ps.: admito que nunca entendi qual é a do velhinho do site.

 

SEO PowerSuite

A SEO PowerSuite é um conjunto de ferramentas da Link Assistant. É uma suíte completa para todas as etapas de SEO, auditoria, outreach (link building), rank tracking (monitoramento de posições nas páginas de resultado das buscas para determinadas palavras-chaves), etc.

 

Porém o preço dela é um pouco maior, mas eventualmente fazem promoções com desconto e também possui uma versão free – com limitações.

 

O grande problema é que ela tem uma espécie de mensalidade embutida, referente a updates do algoritmo de busca (o que não faz o menor sentido).

 

Basicamente, uso sem a mensalidade, principalmente o website auditor dentro da suíte, para os diagnósticos.

 

Ele “varre” todas as URLs do site que você informar e te da um relatório como da Beams Up ou Screaming Frog.

 

O que diferencia das outras é que você pode conectar GSC e GA para ter mais informações da URL. Além de várias outras ferramentas que ela tem integração.

 

Utilizo essa ferramenta basicamente para avaliar a arquitetura do site, como a distribuição de “juice” ou “page rank” (autoridade passada pelos links entre as páginas, de forma simplista) para alguns projetos que possuem muitas URLs:

Ferramenta SEO Power Suite Painel

 

SE Ranking

Essa é uma das aquisições que fiz no AppSumo, falo dele mais pra frente. A SE Ranking também oferece vários recursos, como auditoria do site e rank tracking (monitoramento de posição na SERP para as KWs informadas).

 

Uma vantagem dela é que você pode cadastrar o site dos seus concorrentes e monitorar o desempenho deles também.

 

SEO Quake

Ferramenta “das antiga” do SEO. A SEO Quake é uma extensão do Chrome que atua como uma ferramenta de auditoria de SEO, avalia seus links internos e externos e, ao mesmo tempo, faz comparações com o site para ajudar você a determinar o desempenho dos concorrentes.

 

Outras características desta ferramenta de análise de SEO incluem a análise de palavras-chave, como a densidade delas na sua página.

 

Admito que usei ela por muito tempo, mas atualmente não tenho utilizado com muita frequência, uma vez que as questões sobre densidade de KWs na página mudaram bastante nos últimos anos.

 

MOZ

Outra ferramenta clássica do SEO por ser da empresa homônima, que gera muito (muito mesmo) conteúdo sobre SEO.

 

Seu fundador e antigo CEO, Rand Fishkin, é considerado um dos maiores especialistas de SEO. Inclusive sua série de vídeos, White board Friday, possui vários insights bacanas para o dia a dia de SEO.

 

A ferramenta, assim como as outras, gera dados de auditoria, rank tracking (do seu site e concorrentes), análise de oportunidade para as KWs (dificuldade), estima volume de buscas e relatório de backlinks. Lembrando que links que apontam para seu site são considerados uns dos principais, senão o principal, fator de ranqueamento. Por isso, as ferramentas como GSC e MOZ sempre listam quais páginas apontam para você e seus concorrentes para que você possa buscar novos links ou otimizar o que já existem.

 

Além da MOZ Pro – que seria a suíte de SEO –, existem a MOZ local, para SEO local, que infelizmente só fuciona nos EUA por enquanto.

 

A MOZ é famosa também por criar algumas métricas que são usadas no universo de SEO como Autoridade do Domíno (Domain Authority ou DA) e Autoridade da Página (Page authority ou PA).

 

Domain Authority (DA) é uma pontuação criada pela Moz que prevê o quão bem um site irá classificar nas SERPs. A Autoridade do Domínio varia de um a 100, com pontuações mais altas correspondendo a uma maior capacidade de ranquear.

 

Page Authority (PA) é uma pontuação também desenvolvida pela Moz que prevê o quão bem uma página específica será ranqueada na SERP. As pontuações de autoridade de página variam de um a 100, com pontuações mais altas correspondendo a uma maior chance de ranquear aquela página.

 

Além disso a MOZ possui uma extensão do Chrome, similar ao SEO Quake, que pode ser usado gratuitamente com limitações, e também oferece o Open Site explorer gratuitamente (com limitações para usuários cadastrados), em que você pode consultar alguns dados de seu site e concorrentes.

 

O valor inicial da MOZ mensalmente é de $99.

 

Vale destacar que a MOZ, assim como as outras ferramentas citadas, possuem em suas bases milhares de sites que monitoram e usam estes dados para estimar as dificuldades de ranqueamento, volume de buscas, etc.

 

Com isso os dados entre as ferramentas podem ser ligeiramente diferentes.

 

SemRush

Uma das ferramentas favoritas de muitos analistas. Apesar de inicialmente ser focada em PPC (campanhas de mídia paga no Adwords), a SemRush evoluiu bastante nos últimos anos e além do pacote padrão (auditoria, rank tracking, concorrentes) possui dados de redes sociais, PPC, monitoramento da marca e publicador para redes sociais.

 

Uma das coisas mais legais do SemRush são as dicas na interface, que sempre destacam porque cada item em um relatório é importante para o projeto e como resolvê-los:

 

Ferramenta SemRush

 

Ahrefs

O Ahrefs é uma das ferramentas de SEO mais recomendadas online.

 

A ferramenta destaca quais partes do seu site exigem melhorias para garantir sua melhor classificação. Do ponto de vista da análise do concorrente, você provavelmente usará o Ahrefs para determinar os backlinks de seu concorrente para usá-los como ponto de partida para sua própria marca.

 

O valor inicial da Ahrefs mensalmente é de $99.

 

Majestic

Uma das ferramentas com maior número de sites monitorados para gerar os relatórios de backlinks. Além disso fornece dados de concorrentes e do seu site.

 

Possui o pacote padrão de auditoria, backlinks e rank tracking.

 

A majestic, assim como a MOZ é famosa por criar algumas métricas que são usadas de forma recorrente no mercado de SEO, como o Trust Flow e Citation Flow.

 

O trust flow ou Fluxo de Confiança é a métrica que mede a qualidade dos backlinks que um site recebe, ou seja, quanto mais backlinks de sites de qualidade e de grande autoridade um site recebe, maior será a métrica de Trust Flow.

 

O Citation Flow Fluxo de Citação é a métrica que mede o quão influente um domínio pode ser em relação aos links que apontam para ele.

 

Admito que nunca usei “de verdade”, mas é uma ferramenta que vale conhecer por estar há muitos anos no mercado.

 

O valor inicial da majestic mensalmente é de $39,99.

Raven Tools

Uma das ferramentas que eu mais usava antigamente, junto da MOZ. É muito similar a SemRush, trazendo dados também de redes sociais.

 

Além do pacote de auditoria, backlinks e rank tracking.

 

O valor inicial da raven mensalmente é de $99.

 

Dicas Extras

Como falei no texto, vale dar uma olhada no AppSumo para ofertas LTD que podem te ajudar a adquirir uma ferramenta de SEO com um preço mais acessível:

 

Appsumo

Uma dica para a vida (!). O site AppSumo, costuma fazer várias ofertas lifetime deal (LTD) que você paga apenas uma vez pela ferramenta, normalmente na faixa de $49, e tem acesso vitalício.

 

A SE Ranking por exemplo, adquiri numa destas promoções, como havia mencionado anteriormente.

 

Vale acompanhar o site e você sempre pode cancelar sua compra. Dessa forma consegue testar a ferramenta para ver se te atende, se não for o caso, basta cancelar e o valor é reembolsado.

 

Yoast SEO

Outra dica para quem trabalha com o WordPress é o Yoast SEO Plugin. Ainda que não seja uma ferramenta de SEO como as outras, acaba ajudando no dia a dia de quem trabalha com o wordpress.

 

Apesar dos problemas recentes (https://www.searchenginejournal.com/yoast-plugin-bug/255639/) ainda considero uma das opções mais amigáveis para tratar do básico do SEO no site, como sitemap, robots.txt, meta tags, etc.

 

Caso você ainda não utilize um plugin de SEO no seu wordpress, o Yoast é uma opção bastante válida.

 

Qual ferramenta escolher?

Bom, depois de tudo isso você deve estar se perguntando, tá e qual eu escolho porque não vai dar pra pagar 100 trumps em cada uma!

 

Fato, as ferramentas de SEO são “caras” no geral. Por isso existem até grupos de pessoas que compram as ferramentas e dividem o acesso ou sites que fornecem esse tipo de serviço nos grupos de SEO.

 

O fato é que existem inúmeras ferramentas de SEO no mercado e a cada dia surgem novas. Uma busca de alternativas (no site AlternativeTo) para MOZ ou SemRush vai ter retornar 40-70 resultados. Além de qualquer busca no Product Hunt vai te trazer outros milhares de resultados.

 

Primeiro é importante entender que: Ferramenta não faz SEO.

 

Não é porque você cadastrou seu site na SemRush que seu SEO está resolvido, ou ainda, que tudo que a SemRush diz é verdade. Por mais didática que a ferramenta seja, alguns pontos dependem de você.

 

As ferramentas de SEO não conseguem avaliar a arquitetura do seu site do ponto de vista de UX ou das suas regras de negócio. Não conseguem avaliar oportunidades de longo prazo na produção de conteúdo ou ainda entender o que fez seu concorrente estar onde está na SERP.

 

As ferramentas vão te trazer dados para ajudar nestas análises, mas cabe a você buscar otimizações e implementá-las.

 

Dito isto, eu não pago por nenhuma ferramenta de SEO atualmente (!).

 

Meu stack (conjunto de ferramentas) de SEO hoje é GSC+GA+Beams Up+Kw Planner do Adwords.

 

Com algumas consultas no Open Site Explorer, ubbersuggest e outras de ideias de conteúdo como KW Finder e Buzzsumo.

 

Admito que já paguei por vários anos Raven, Ahrefs, MOZ e usava os relatórios de todas e o rank tracking principalmente. Depois passei a colocar a opção do cliente contratar as ferramentas se quisesse, mas, hoje, mesmo sem usar as ferramentas pagas, continuo conseguindo desenvolver os projetos sem grandes problemas.

 

A única coisa que você sentirá falta em alguns projetos, que as ferramentas gratuitas não oferecem, é o rank tracking dos concorrentes. No entanto nem todos os clientes monitoram os concorrentes, afinal nem todos precisam.

 

Ainda uso a SE Ranking (aquela do AppSumo que paguei $49) para monitorar concorrentes em alguns projetos que demandam, mas são poucos. Mesmo a PowerSuite (que é cara) uso raramente no diagnóstico de SEO que desenvolvo no início de um projeto para cada cliente.

 

A verdade é que muitas vezes basta consultar o site do concorrente para uma determinada KW e você já tem todas as informações que precisa, sem ter de gerar um relatório diário de posição média para a KW x para o concorrente y.

 

Então minha sugestão é: evite gastar com ferramentas, principalmente se você está começando.

 

Toda as ferramentas mencionadas possuem trials, de 14 a 30 dias ou versões freemium, como 1 projeto grátis na SemRush, ou X consultas por mês na Ahrefs, MOZ e majestic.

 

Isso acaba sendo suficiente para a maioria dos casos.

 

Por isso, tente extrair o máximo do GSC, GA e Adwords para o seu projeto. Lá você já vai ter ideias de páginas para otimizar, qual seu volume de tráfego orgânico atual e qual sua posição média nas SERPs.

 

Isso já é bastante coisa! 😀

 

E você tem alguma ferramenta de SEO que considera essencial nos seus projetos? Comenta aqui!

 

Quer saber mais sobre as nossas formações? Entre em contato com a gente:

 

 

 

 

 

Compartilhe com seus amigos!

1 Comentário
  1. Ótimas dicas!
    Sobre a Obs.: acerca do Answer The Public – “ps.: admito que nunca entendi qual é a do velhinho do site.” – agora não é mais um velhinho e sim um bonitão! 😂😂😂😂😂

    Sucesso pra vocês! 😘

Deixe uma resposta