Compartilhe com seus amigos!

14 minutos de leitura

Se é de novos clientes que você precisa, vale descobrir como o Inbound Marketing pode ajudar.

Essa é uma estratégia poderosa para se conectar ao seu público e conduzi-lo de maneira bem-sucedida até a concretização da compra.

Nesse caminho, sua principal arma não está em um discurso de venda persuasivo, tampouco em ofertas que colocam em risco o caixa da empresa.

O segredo está no conteúdo que cria e disponibiliza para a audiência na internet.

Mas não se trata de qualquer conteúdo, é claro.

Ele precisa ser relevante, de grande qualidade e com foco total naquilo que seu cliente deseja e precisa.

Quer aprender o que é Inbound Marketing e todas as etapas de uma estratégia vencedora?

Então, não deixe de acompanhar este artigo até o final.

 

O que é Inbound Marketing?

 

Inbound Marketing o que significa? é uma estratégia voltada à aquisição de clientes a partir da oferta de conteúdo relevante entregue por canais online, como artigos em blogs e publicações em redes sociais.

Sua proposta é bastante clara e diferente do que se conhece como marketing tradicional: em vez de a empresa buscar o cliente, ele é quem a procura.

Sai de cena a tática de surpreender o consumidor com uma publicidade invasiva, levando até ele uma oferta não-solicitada e pela qual talvez nem tenha interesse, a exemplo do que ocorre em um comercial em rádio, jornal ou televisão.

No Inbound Marketing, o potencial cliente é fisgado quando busca respostas a uma necessidade de consumo ou a identifica durante a navegação na web.

Em uma leitura útil, ele conhece a empresa e o que ela oferece.

Mais do que isso: vê nela uma fonte de informação importante para que possa entender o que de fato precisa comprar e qual a solução ideal para o seu caso.

Posts em blogs talvez sejam o melhor exemplo disso.

São uma maneira de se posicionar bem no Google e ser encontrado pelo usuário ao oferecer a ele a melhor resposta para aquilo que pesquisa.

Depois, ao cultivar o relacionamento com mais conteúdo relevante, a empresa conquista a sua atenção, torna-se referência, efetiva a venda e encaminha a fidelização do consumidor – e de um possível promotor da sua marca.

Tudo isso acontece em quatro etapas, que você vai conhecer agora.

Atrair

 

O primeiro passo de uma estratégia de Inbound Marketing é conquistar a atenção do usuário enquanto ele realiza pesquisas no Google ou navega em redes sociais.

Isso acontece, como já dito, ao ser encontrado em razão do conteúdo de qualidade que oferece.

Uma imobiliária, por exemplo, pode atrair para o seu site visitantes que chegaram até ali a partir de uma publicação com dicas para a compra de imóveis.

Considerando a utilidade do conteúdo, o potencial cliente é instigado a consumir mais informações e, quem sabe, conhecer oportunidades de negócios – o que nos leva à próxima etapa.

Converter

 

Um site com grande tráfego é ótimo.

Todo mundo ama ver recordes no número de visitantes.

Mas a atração desse público pouco significa em termos financeiros se ele ingressa no canal e sai dele sem iniciar de fato um relacionamento.

A conversão consiste, basicamente, na captura de informações de contato do usuário em troca de uma recompensa ou benefício.

O exemplo clássico é o de um material rico, como um e-book.

Funciona assim: você cria um conteúdo fantástico e o disponibiliza para download. Para acessar, o usuário informa seu nome e e-mail em um formulário ou página de entrada, o que chamamos em marketing digital de landing page.

A partir daí, ele se torna um lead e ingressa no seu funil de vendas.

O que isso quer dizer?

Que está aberto o caminho para você enviar novos conteúdos a ele, nutrindo esse lead com informações que vão conduzi-lo até a efetivação da compra.

Vender

 

Chegou a hora de todo o seu trabalho de nutrição de leads apresentar resultados no faturamento.

Não importa se a finalização do pedido ocorre no próprio site ou a partir de um contato direto do vendedor com o cliente, presencial ou não.

O que interessa aqui é aproveitar (ou criar) uma oportunidade para confirmar a venda.

Isso passa por um processo permanente de avaliação dos leads e de seu estágio no funil de vendas do negócio.

Também exige ter uma estratégia de disparos de e-mails com conteúdo de interesse deles.

Saiba que 56% dos clientes aumentam a disposição para comprar ao terem uma experiência personalizada.

Uma boa prática, portanto, é automatizar tarefas, enviando comunicações exclusivas para grupos de leads que estão no mesmo momento de relação com sua marca ou empresa.

O gatilho para a compra pode estar em uma promoção com descontos exclusivos, talvez uma oferta por tempo limitado ou outra estratégia que seja entendida pelo cliente como a ocasião perfeita para fechar negócio.

Encantar

Muita gente conclui a estratégia no passo anterior, já que a venda foi confirmada.

Mas ir por esse caminho significa perder a oportunidade de gerar novos negócios.

Sendo atencioso com o cliente, caprichando no pós-venda, no mínimo, você conquista um consumidor fiel, que vai lembrar de você quando uma nova necessidade de compra surgir.

É como se ele voltasse ao estágio inicial do funil.

Na melhor das hipóteses, esse cliente pode virar um promotor da marca e indicá-la para amigos, colegas e familiares.

Ou seja, uma perspectiva de que novos clientes possam se somar à sua carteira.

Como você vê, motivos não faltam para apostar suas fichas no Inbound Marketing.

Mas se ainda restam dúvidas sobre isso, o próximo tópico deve acabar com elas.

 

Confira também nosso vídeo sobre Inbound do nosso canal:

 

Benefícios do Inbound Marketing para o Seu Negócio

 

Preste atenção nos quatro benefícios a seguir.

Eles oferecem uma resposta definitiva para quem ainda não está totalmente convencido sobre a importância do Inbound Marketing.

Atração do público-alvo

 

Quando você faz um anúncio em mídia impressa, por exemplo, apresenta a sua marca, empresa ou solução para um grupo heterogêneo.

Além de alcançar pessoas que talvez não se interessem pelo que você tem a oferecer, fatalmente vai chegar a outras que, naquele momento, não estão dispostas a lhe dar atenção.

No Inbound Marketing, é totalmente diferente.

Como são os potenciais clientes que vão até você, a estratégia acaba atraindo um público altamente qualificado.

No pior cenário, ele tem uma necessidade que você pode suprir, mas ainda não conhece o seu trabalho.

Ele vai passar a conhecer justamente pelo conteúdo que preparou para esse perfil de visitante.

Como consequência, a receptividade dele à sua mensagem será muito maior.

Maior Retorno Sobre Investimento

 

Uma das principais métricas em marketing digital é o ROI, sigla que em português significa retorno sobre o investimento.

O ROI é obtido a partir da relação entre valor investido e arrecadado com o investimento.

Ter um maior ROI é outra consequência natural de uma estratégia que alcança um público mais certeiro, segmentado e interessado em você ou naquilo que tem a oferecer.

Voltando ao exemplo da publicidade em mídia impressa, imagine o custo que teria uma campanha em revistas de grande circulação.

Certamente, muitos dígitos a mais que uma estratégia de Inbound Marketing.

E o pior não é a despesa, mas o mal aproveitamento do recurso.

Na prática, você vai gastar mais para alcançar um número menor de conversões.

E veja isto: quem prioriza blogs tem 13 vezes mais chances de alcançar um ROI positivo.

Autoridade e confiança na marca

 

Uma marca forte não é construída somente a partir de seus produtos ou serviços.

A sua reputação depende da forma como o público a enxerga.

E isso tem tudo a ver com o Inbound Marketing, no qual a venda ocorre de maneira mais consultiva.

Ou seja, o consumidor é atendido em suas necessidades e ainda utiliza as informações que você oferece a ele para tornar a sua vida mais fácil.

Seu conteúdo não é apenas útil como também gratuito.

À primeira vista, você não parece pedir nada em troca. Tampouco o usuário se sente coagido a comprar.

Ao ser relevante e fazer a diferença na vida do consumidor, como ele deixaria de lhe dar cinco estrelas?

Mensuração de resultados

 

Um dos principais benefícios do Inbound Marketing na comparação com o marketing tradicional está na possibilidade de medir os resultados de suas ações com maior precisão.

Você não tem como saber, por exemplo, qual o alcance de uma publicidade em rádio, tv ou jornal.

Não há como descobrir quantas vendas foram efetivadas a partir da propaganda em um outdoor.

Resumindo, você fica órfão de métricas muito importantes para análise de resultados e correção da estratégia.

Entre elas, taxa de conversão, custo por lead e custo de aquisição por cliente.

Já no Inbound Marketing, todas essas métricas (e muitas outras) ficam disponíveis para você com uma facilidade imensa.

Como o Inbound Marketing pode te ajudar a atrair clientes?

Para aproveitar todos os benefícios listados no tópico anterior, você tem basicamente quatro frentes a atacar em sua estratégia de Inbound Marketing: blogs, redes sociais, mecanismos de busca e e-mail marketing.

Qual delas priorizar?

Só conhecendo seus detalhes para responder.

Blog

 

Ter um blog é quase uma exigência.

É nele que você vai disponibilizar conteúdo útil e relevante, que conquista os usuários.

Dessa forma, serve tanto para atrair visitantes para o seu site quanto para capturar leads e conduzi-los até a compra.

Inclusive, os artigos que você produzir podem ser explorados nas outras frentes da estratégia, com divulgação em redes sociais, para gerar tráfego a partir do Google e para a oferta de conteúdo por e-mail.

Redes Sociais

 

Redes sociais têm alto poder de engajamento.

Em pouco tempo, uma boa publicação pode ter milhares de compartilhamentos, o que amplia o alcance da sua ação de forma excepcional.

Isso sem falar nas demais interações, como curtidas e comentários.

Para uma estratégia bem-sucedida, conheça os canais preferidos do seu público e explore o melhor de cada plataforma.

O Instagram, por exemplo, é ótimo para promover fotos e vídeos.

Já o Facebook tem bilhões de usuários e boas possibilidades também de investir em impulsionamento (pagar para que mais pessoas com seu perfil de cliente tenham acesso às publicações).

A atenção que dá às redes sociais pode ser decisiva na construção da sua autoridade no segmento em que atua.

Temos também um curso específico para mídias sociais.

 

SEO

 

SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de técnicas de otimização para colocar um conteúdo no topo do Google e outros mecanismos de buscas.

Quando você cria artigos de qualidade no blog, por exemplo, abre caminho para ser encontrado no buscador pelo público do seu interesse.

Ao adicionar técnicas de SEO, você amplia as chances de alcançar as primeiras posições para pesquisas específicas dos usuários.

Vale dizer que elas são feitas a partir de palavras-chave e é o uso desses termos nas suas páginas que garante a classificação delas junto ao mecanismo.

Com o melhor conteúdo possível sobre o assunto e boas práticas de SEO, as chances de você gerar um bom tráfego a partir do Google são grandes.

E o melhor: essa audiência que chega ao seu site é qualificada, o que é próprio de uma estratégia de Inbound Marketing.

 

 

E-mail Marketing

 

O e-mail marketing é uma das principais formas de nutrir seus leads durante a jornada de compra.

É a partir dessas comunicações que você seguirá oferecendo a ele conteúdo relevante, cada vez mais personalizado de acordo com seus interesses e necessidades.

Também através do e-mail você pode enviar promoções, descontos exclusivos, convites para eventos e mesmo felicitações pela passagem do seu aniversário.

Não custa reforçar: o segredo do e-mail marketing está em criar grupos homogêneos e disparar por uma ferramenta de automação a mesma mensagem a todos os seus integrantes.

Se levar em conta as características desse público e seu estágio no funil, vai dar um importante passo rumo ao sucesso.

Ferramentas de Inbound Marketing

 

Agora que já sabe bastante sobre Inbound Marketing, só falta conhecer as ferramentas que vão ajudá-lo a colocar a estratégia em prática.

Vamos a elas?

 

 

WordPress é um CMS, um sistema de gerenciamento de conteúdo.

É o preferido dos blogueiros para criar e postar artigos na web.

Você pode personalizar o tanto que desejar para que a página fique do jeito que espera.

E o painel de controle da ferramenta é bastante intuitivo, fácil de ser utilizado.

Dá para criar conteúdo, editar, postar, remover, gerenciar comentários e muito mais. Tudo em uma só plataforma.

 

 

No Google Analytics, você pode acompanhar o desempenho de seu site e de suas páginas.

Como ferramenta de análise, fornece dados preciosos para qualificar ainda mais a sua estratégia.

Entre eles, o perfil dos visitantes e sua localização, páginas mais acessadas, dispositivos preferidos no acesso, horários de maior tráfego, entre outros.

A Ubersuggest é uma ferramenta de pesquisa e análise de palavras-chave, 100% gratuita.

Através dela, você pode identificar as melhores oportunidades para classificar seu conteúdo junto ao Google.

Também consegue analisar a concorrência, incluindo os termos que mais geram tráfego para os sites que disputam o mesmo público que o seu.

Seus insights são decisivos para esforços de SEO e também de links patrocinados, pelos quais você se posiciona no topo do Google com anúncios pagos.

Quer uma dica? Visite agora o site e comece a montar a sua estratégia.

SEMRush

 

Outra ferramenta completa para encontrar as melhores palavras-chave para o seu negócio é o SEMRush.

A principal diferença para a Ubersuggest está no custo, já que essa é uma plataforma paga.

Mas antes de torcer o nariz, vale conhecer os seus recursos pelo período de teste gratuito.

 

MailChimp

 

Há alguns tópicos, você leu sobre o poder do e-mail marketing e da importância de automatizar os disparos.

Pois é justamente isso que o MailChimp faz.

A plataforma serve para estrategistas tanto iniciantes quanto experientes.

Você pode integrá-la a redes sociais, ao seu blog e a diversas outras ferramentas.

Dá até para fazer um teste A/B, colocando à prova duas versões diferentes para avaliar qual tende a alcançar os melhores resultados.

HubSpot

 

 

Por último, mas não menos importantes, o HubSpot.

Essa é uma ferramenta mais que completa, pois reúne em um só lugar praticamente tudo o que as demais fazem.

HubSpot é um CMS, também uma plataforma de blog, monitora redes sociais, tem ferramentas de SEO, captura e gerencia leads, além de também contar com e-mails automatizados.

Se você prefere investir em um só serviço para a sua estratégia de Inbound Marketing, vale conhecer mais sobre essa plataforma.

Conclusão

 

Depois de todas as informações que você conferiu neste artigo, resta a certeza de que investir em Inbound Marketing, atualmente, é quase uma exigência.

E para ser bem-sucedido nessa missão, não faltam subsídios para construir uma estratégia vencedora.

Crie conteúdos épicos para atrair visitantes e para convertê-los em leads.

Avance nessa relação com mais material de qualidade.

Aproveite as oportunidades de efetivar vendas.

Por fim, garanta que saia dessa relação, mais que um cliente, um verdadeiro fã da marca.

Aí está uma bela receita para o crescimento sustentável de qualquer negócio.

Artigo produzido por Neil Patel.

 

#DicaextraHarve

Em Curitiba, estratégias de Inbound Marketing alavancaram resultados de muitas empresas. Uma estratégia bem fundamentada e bem executada é o caminho. Para isso, você tem a opção de se especializar e realizar o trabalho de Inbound Marketing por conta ou contratar profissionais experientes e com a bagagem necessária para saber qual o melhor caminho. Para isso, agências digitais especializadas são ideais. Por exemplo, a agência Fresh Lab é uma das principais agências em Curitiba especializadas em Inbound Marketing e alavancou sua liderança nas buscas orgânicas por “Agência Marketing Digital Curitiba” muito por conta de estratégias de Inbound Marketing feita durante 3 anos.

  • Etapa 1

Quer saber mais sobre as nossas formações? Entre em contato!

Seu nome

Seu telefone

Seu e-mail

Formação de interesse

Compartilhe com seus amigos!

1 Comentário
  1. Aqui é a Camila parabéns pelo conteúdo do seu site gostei muito deste artigo, tem muita qualidade vou acompanhar o seus artigos.

Deixe uma resposta